Dicas para organizar e decorar um quarto de bebê ou de criança com estilo (e com objetos que você aproveite por muito tempo!)

Por 1 Comentário


Ao longo desses anos no blog, tenho compartilhado com vocês muitas dicas de decoração para o quarto dos pequenos, não é mesmo? Acho interessante como ter uma filhinha de seis anos me dá uma outra visão sobre isso, porque eu consigo olhar para trás e perceber os erros e os acertos que fiz ao decorar o quarto de Catarina.

Uma das coisas que eu certamente faria diferente hoje (aliás, estou fazendo, ao decorar seu quarto e a brinquedoteca da casa nova) é a escolha de móveis e objetos que pudessem ser usados por muito tempo. Isso porque eu percebi que precisei substituir muitas peças que comprei quando a Cacá nasceu, pois elas já não combinavam com um quarto de criança. Não estou falando sobre o berço, que acaba não tendo muita utilidade depois dos dois ou três anos, de qualquer maneira. Mas você já pensou o que fará com a poltrona de amamentação, por exemplo? Na maioria dos casos, ela acaba virando um “elefante branco”, que não pode ser encaixado em qualquer outro espaço depois que você para de amamentar – mas a verdade é que não precisava ser assim!

Por isso, nesse post eu deixo algumas dicas de como criar um quarto de bebê ou criança com muito estilo (você vai ver como é gostoso olhar para a decoração e ver que ficou harmônico! Isso também conta para que você queira tê-la por muito tempo!), e com objetos que valem realmente o investimento. Espero que seja útil para você, que está na fase de organizar o cantinho do filhote!

(Clique nas imagens para mais informações sobre os produtos)

  • Escolha móveis de bebê que possam ser usados quando seu filho já cresceu um pouquinho, ou que possam ser deslocados para outros locais da casa. Ou seja, para criar um quarto de criança interessante, você pode começar fazendo boas escolhas lá atrás, quando monta o quarto do bebê. Digo isso pensando muito na poltrona de amamentação – se eu tivesse que escolher uma novamente, optaria por uma bem clássica, que também possa ser usada na sala, ou num cômodo de escritório, por exemplo. Veja esses modelos como são lindos (e se você tiver receio de danifica-las, basta usar uma capa protetora enquanto amamenta).

  • Invista em móveis multifunções. Isso eu aprendi na casa nova, com um sofá-cama da brinquedoteca da Cacá, que virou um dos móveis mais usados de toda a casa. Tem espaço no quarto do seu filho para colocar um? Você não vai se arrepender, eu tenho certeza. Eu acabei escolhendo esse modelo da Cecilia Dale, que é muito fácil de ser montado: você puxa a parte de baixo, e ela já encaixa no lugar certo, virando uma cama. A ideia é que ele fosse usado quando meus sogros viessem a São Paulo, transformando o quarto dos brinquedos em quarto de hóspedes. Mas veja só: ele acabou virando o local preferido das brincadeiras no frio (porque é muito mais gostoso brincar ali do que no chão gelado). Além disso, a família o elegeu como o melhor cantinho para assistir a um filme juntos, com direito a pipoca. Enfim, não troco por nada!

  • Se tiver dúvida, aposte no clássico. Sabe aquele lustre de ursinho que você achou lindo, porque combina com o papel de parede de ursos que você vai colocar no quarto do filhote? Pode ser que você ache lindo por um ano, mas provavelmente vai acabar trocando rapidamente. Já um lustre clássico pode dar um toque elegante, e acompanhará o filhote por muito tempo.

 

  • Os acessórios fazem toda a diferença. Para não errar na decoração do quarto do filhote, uma dica que sempre funciona – opte pelo básico, clean, e permeie-o com acessórios charmosos. Almofadas e mantas, por exemplo, criam uma atmosfera sofisticada (veja abaixo essas, que combinam perfeitamente com um quarto de menino ou de menina no estilo europeu – eu acho lindo!).

  • Organize os brinquedos. Aqui em casa Catarina tem direito de brincar e espalhar tudo (um pouquinho de bagunça faz parte de uma casa feliz com crianças), mas os brinquedos precisam de um local para serem guardados. Isso tem dupla função: ajuda a mantê-los limpos, sem poeira, e torna o ambiente organizado, sempre que você precisar. Para isso, minha melhor dica é optar pelos cestos e gavetas (há modelos lindos, e que também seguem a linha do “use por muito tempo”, sem enjoar).

  • O toque final. Eu amo flores – acho que elas deixam qualquer ambiente mais elegante e delicado! Mas, cá entre nós: que mãe consegue pensar em manter um vaso sempre fresco, quando se tem um bebê chorando em casa? A saída é escolher arranjos artificiais de boa qualidade, que ficam sempre bonitos, parecendo algo natural. Outra dica para finalizar a decoração do quarto do filhote são os porta-retratos com as fotos do pequeno e da família – certamente ele crescerá com muito carinho pelas imagens, e sentirá que aquele é realmente seu espaço.

Os produtos que eu mostrei nesse post são da Cecilia Dale, uma das melhores lojas de decoração do país (que eu amo, justamente porque traz itens elegantes. Acho que dá para usar sem medo no quarto do bebê ou da criança, se você quer dar esse toque sofisticado). A boa notícia é que a marca tem uma loja virtual que entrega em todo o Brasil – clique aqui para conhecer.




Arquivado em: Decoração Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Edite disse:

    Adorei as dicas, adoro itens mais coloridos para decorar o quarto das crianças.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail