Como limpar (corretamente) a região íntima do menino

Por 0 Comentários


Mães de primeira viagem que têm meninos em casa muitas vezes se deparam com uma dúvida importante: “como faço a higiene íntima do meu filho?”. Acredito que eu nem saberia por onde começar – afinal, você precisa se adaptar a limpar um órgão diferente, não é mesmo?

Mas a verdade é que não há motivos para preocupação, pois essa higienização não exige grandes segredos. A seguir eu fiz um resumo do que as mães de meninos normalmente fazem, e espero que ele ajude a te tornar uma grande craque no assunto!

Imagem: 123RF

Cubra o pênis durante as trocas

Não tem jeito: muitos bebês aproveitam o momento de trocar a fralda para urinar! Para não ser surpreendida por um “jato quentinho” justamente nessa hora, espere um minutinho antes de trocar a fralda, ao notar que está cheia (pode haver um xixi extra ainda aguardando!). Durante a troca, também tenha a precaução de cobrir o pênis do filhote com uma fralda de pano. Se nas meninas você já corre o risco dessa “surpresinha”, com os meninos a atenção deve ser redobrada, uma vez que o jatinho alcança distâncias maiores!

Não force a pelinha

A cabeça do pênis (ou glande) é revestida por uma “pelinha” – o prepúcio – que permanece grudada em torno dela durante um bom tempo da vida do menino. Isso é natural, fisiológico, e durante essa fase você não precisa forçar para que essa pele se desgrude, nem deve fazer força durante a higienização. Basta apenas que ela seja aberta um pouco durante o banho para a limpeza (o que auxilia também no fluxo urinário). Mas, se notar algo anormal, converse com o pediatra.

Limpe muito bem

Durante as trocas de fraldas, limpe tudo com toalhas umedecidas ou com um algodão molhado (que eu considero o ideal, quando você está em casa). O xixi dos meninos se espalha por toda fralda, e você precisará limpar os testículos e a região embaixo do pênis, para que não haja o risco de ficar resíduos de urina ou fezes (que podem desencadear coceiras, ardência ou mesmo infecções). Coxas, abdômen, umbigo, ânus e bumbum também devem ser limpos nesse momento. E, claro, não se esqueça de lavar bem as mãos antes e depois da troca.

Faça trocas frequentes

Para prevenir que microorganismos se proliferem na região íntima do filhote e façam dele uma vítima de infecções, troque as fraldas com frequência (é recomendado pela manhã e antes de dormir, depois das mamadas e, também, quando notar a fralda molhada ou com cocô).

Em caso de cocô, banho

Os lenços umedecidos ou pedacinhos de algodão ajudam na higienização (lembrando que é indicado apenas uma passada com cada unidade, fazendo o movimento da ponta do pênis até a base. Depois você deve descartar e pegar um novo), mas em caso de surgir um cocô enorme, o melhor mesmo é limpar o pequeno com água e sabão neutro no banho. Se estiver fora de casa, dê um banho no filhote assim que voltar, para prevenir assaduras.

Seque bem e aplique o creme protetor

Secar bem a pele do pequeno também faz parte da higienização correta – afinal a umidade atrai microorganismos (ainda mais dentro da fralda, onde fica um ambiente quentinho). Por isso, depois de fazer a limpeza, seja com algodão, lenços ou banho, seque bem a região íntima do filhote e, em seguida, aplique o creme protetor no pênis, ânus, bumbum e ao redor dos testículos.

Veja também:

Cuidados para a limpeza da região íntima das meninas




Arquivado em: Cuidados diários Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail