Como ensinar seu bebê a dormir durante o dia – Um guia para as sonecas!

Por 7 Comentários


Vocês que acompanham o blog sabem o quanto a Michele Melão, nossa consultora de sono, arrasa nas dicas de sono do bebê. Os textos dela são sempre muito esperados pelas leitoras do blog, e o feedback que tenho é que as informações que ela nos deixa têm ajudado muitas famílias.

No entanto, algumas mães acabam nos escrevendo, pedindo sugestões práticas para resolver os problemas de sono mais comuns dos seus filhos. E atendendo a esse pedido, a Michele nos traz, no post de hoje, um formato de programa para ajudar os bebes que não conseguem dormir direito durante o dia, fora do colo dos pais. Eu amei o conteúdo, e tenho certeza de que esse será um dos textos mais úteis do nosso espaço, para os pais que enfrentam dificuldade com o sono dos filhos. Dê uma espiadinha, vale muito a pena!

Por Michele Melão

Recebo diariamente mensagens de mães que não conseguem fazer com que seus bebês durmam durante o dia fora do colo. É colocar no berço e o bebê acorda, deixando as mães, pais ou cuidadores exaustos. Ir ao banheiro de forma tranquila vira um item de luxo, raridade, já que a criança está no colo o tempo inteiro. Isso acontece na sua casa?

No post de hoje, quero passar um programa de 15 dias para que as leitoras aqui do Mil Dicas de Mãe consigam colocar as crianças para dormir e finalmente conseguirem um tempo livre em casa para fazer alguma atividade.

Para ter sonecas restauradoras, o bebê precisa saber passar pelas fases dentro do ciclo de sono e ligar os ciclos sem precisar de ajuda.

Neste plano, a ideia é evitar o choro e melhorar as sonecas do dia.  Não posso dizer que é fácil de seguir, mas com carinho, paciência e persistência, seguindo esta programação, muitas mães vão conseguir dar bastante qualidade para as sonecas dos seus bebês.

Imagem: 123RF

O programa:

Por 4 dias: você vai diminuir o embalo que faz para seu filho adormecer. Um exemplo bom é aquela mãe que anda pela casa para o bebê dormir. Ande um pouco e sente e continue com um leve balanço enquanto estiver sentada. Se o bebê chorar, levante de novo e sente-se novamente assim que ele parar de chorar. Nestes dias, ele deve ir para o berço já dormindo. Se ele acordar, você deve pegar novamente e recomeçar o processo.

Por 4 dias: você tentará colocar seu bebê no berço sonolento, quase dormindo, mas não vai fazer a quebra do contato corporal. Você pode deitar em uma cama e ficar bem perto do bebê, com os braços em volta dele, até que adormeça completamente. Se a opção for colocar no berço, projete seu corpo para bem perto do bebê para que ele tenha bastante segurança de ficar no berço. Só saia de perto quando o sono ficar mais profundo. Durante estes 4 dias, faça isso apenas na primeira soneca. Se o bebê acordar e chorar, pegue-o, sente em algum lugar, balance um pouco e tente novamente.

Por 4 dias: o mesmo procedimento dos últimos 4 dias, porém em todas as sonecas do dia (para crianças que dormem mais vezes).

Por 3 dias: faça uma agenda das sonecas do bebê e repare se neste ponto ele já criou algum padrão de tempo/horário de sono. Se ainda houver alguma soneca muito curta (menos de 30 minutos), essa é a hora de começar. Minha sugestão é usar as técnicas de acordar para dormir (que já falamos aqui no blog: http://www.mildicasdemae.com.br/2017/03/o-metodo-de-acordar-para-dormir-da-encantadora-de-bebes-funciona-para-esticar-soneca.html) ou pegar no colo antes do bebê acordar para que ele estique mais um pouco, ou mesmo reparar pelo comportamento do bebê se ele já dormiu o suficiente nos outros cochilos (no caso de crianças que fazem mais de 2 soneas).

E por quanto tempo devo insistir? Minha sugestão é que a mãe insista por pelo menos 1 hora. Se o bebê não dormir, você pode fazer a soneca no colo e tentar numa próxima oportunidade. A tendência é que a resistência diminua a cada dia, portanto pode ser que o começo seja bem difícil, mas aos poucos a criança vai se acostumando a essa nova forma de adormecer.

Este programa é adequado para famílias onde as crianças não conseguem manter o sono fora do colo, e por isso se torna importante dormir com mais independência para fazer as fases do ciclo de sono sem precisar de ajuda.

Se seu filho precisa de um colinho, um balanço, mas depois de dormir consegue esticar o sono no berço ou no carrinho, não há razão para se preocupar. Dormir de forma independente é a grande chave para melhorar o sono noturno, mas se seu filho tem sonecas restauradoras, consegue dormir por uma hora ou mais, e só necessita de um pouco de ajuda, você não precisa passar por este processo.






Arquivado em: Sono do bebê Tags:

Comentários (7)

Trackback URL

  1. Érica disse:

    Esse programa abrange bebês em q fase? Pois estou com um bebê de 1 mês q só quer colo e peito. Esse programa é possível para um bebê tão pequeno?

    • Michele disse:

      Oi Erica, como vai?
      Seu bebê ainda é muito pequeno, não tem padrão de sono. Este programa seria para crianças acima de 4 meses e que já tenham pelo menos 6kg.

      Um abraço,

  2. Amanda disse:

    Muito obrigada pelas valiosas dicas! Uma pergunta: no caso do bebê que só dorme no peito, há alguma forma gentil de conseguir esticar as sonecas? Durante o dia minha bebê só dorme no colo e sempre após mamar. Obrigada =)

    • Michele disse:

      Oi Amanda, como vai?
      Tem um método de desassociação de mamar com dormir da Elizabeth Pantely no livro “Soluções para Noites sem Choro” que é bastante interessante. Sugiro a leitura. Para te ajudar, sugiro ajustar a rotina da sua bebê de forma que nem todas as sonecas aconteçam depois das mamadas, começando pela primeira, para que ela esteja alimentada e você consiga fazer a transição de peito para colo e depois de colo para berço, assim você evita o choro.
      Um beijo
      Michele

  3. Natália disse:

    Me parece que falta a última etapa. Colocar o bebê acordado no berço finalmente, sem deitar do lado ou deixar o braço?

    • Michele disse:

      Oi Natália, bom dia!
      Sim, depois dos últimos 4 dias do plano, a ideia é finalmente colocar no berço e não deixar o braço, pra ver o quanto ele conseguiu desenvolver a habilidade de auto conforto.
      Um beijo
      Michele

  4. Marina disse:

    Primeiramente obrigada pelas dicas sempre!! Minha filha dorme no colo ou mamando mas vai para o berço e dorme, porém cochila por volta de 30 minutos, com muita sorte chega aos 45 minutos… dorme em média 2 vezes ao dias, ela tem 9 meses. Esse programa me ajudaria? Obrigada !

Deixe seu comentário