O papel dos tios na vida de uma criança

Por 0 Comentários


Quem me conhece sabe que a coisa que eu considero mais importante na vida é a família. Eu cresci com pais, tios, avós muito presentes, e tenho consciência do quanto todos eles ajudaram a me educar. Me fizeram gente, participaram da minha formação, da minha história. E tenho certeza de que com Catarina acontecerá a mesma coisa.

Muito se fala sobre o papel dos avós na criação de uma criança – afinal, eles tendem realmente a participar de maneira mais próxima da vida dos netos. Mas hoje eu queria falar sobre outra relação que é também importantíssima: aquela existente entre nossos filhos e os tios. Os tios de verdade mesmo: irmãos e irmãs do pai e da mãe (e suas esposas/maridos, que vestem a camisa do sobrinho e o amam tanto quanto seus cônjuges).

Por aqui Catarina tem três tias: minha cunhada, irmã do meu marido, e minhas duas irmãs (e, claro, mais três tios – os maridos – que são literalmente SUPER tios). E é tão bonito ver o crescimento do relacionamento delas! Vejo que todas são referências para a pequena, que aprendeu a admira-las e a se sentir segurado esse laço. E ser tio ou tia não é só isso, não, olha quanta coisa bacana eles podem fazer:

Imagem: 123RF

  • Os tios são os detentores das histórias dos pais, quando eram pequenos. E talvez saibam mais detalhes do que os próprios avós. Certamente minha mãe não se lembra da briga que tive com minha irmã e que fez o arroz do almoço voar pela casa inteira, mas minha maninha sabe contar o episódio completo, reproduzindo, inclusive, as nossas falas!
  • Os tios são as figuras da família que conseguem olhar para os nossos filhos com um olhar parecido com o nosso – porque, para eles, a diferença entre gerações é menor do que a que acontece com os avós. Por exemplo: as tias da Cacá sabem que a criançada da idade da filhota se diverte com celular na mesa do restaurante (para que nós, pais, tenhamos cinco minutos para comer!). Já os avós podem considerar aquilo um absurdo, porque “no tempo deles criança não ficava assistindo desenho durante o almoço e pronto”.
  • Os tios “roubam” os filhos aos fins de semana, nos dando um merecido descanso. E depois de um dia de folia, nos devolvem os pequenos com aquele sorriso de alegria que sabemos bem reconhecer.
  • Olhando para o relacionamento entre os pais e os tios, uma criança consegue perceber a importância de alimentar positivamente a relação com os próprios irmãos.
  • Os tios são os únicos capazes de proporcionar uma das maiores riquezas da vida dos nossos filhos: os primos! Por aqui serei eternamente grata à minhas cunhada por ter dado o primo que Cacá tanto ama!



Arquivado em: Comportamento Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail