5 dicas para estimular o bebê entre o 4° e o 6° mês

Por 0 Comentários


Recentemente, eu contei aqui no blog as habilidades que a maioria dos bebês até três meses desenvolvem (e como é possível estimulá-los nesse período). No post de hoje, eu mostro o que esses pequeninos já são capazes de aprontar entre o quarto e o sexto mês de vida. Se você leu o post anterior e viu que dá para brincar com os filhotes mesmo quando mais novinhos, vai ver agora uma série de novas atividades para se divertir com seu filho nessa fase, um pouquinho mais adiante. Se você tem um pequeno nessa idade em casa, não deixe de conferir!

Imagem: 123RF

Estimule mais o diálogo

No quarto mês de vida, muitos bebês começam a balbuciar os primeiros sons. Uma característica legal dessa fase é que eles tendem a responder (embora somente com sons) quando você fala com eles. Para incentivar essa comunicação, fale com a criança, olhando para ela, e espere para ver se ela emite algo de volta. Alguns bebês ainda começam a imitar os sons da fala aos quatro meses, como “baba”. Para estimular, mantenha o diálogo.

Deixe brinquedos pelo chão

Também aos quatro ou cinco meses, muitas crianças conseguem segurar brinquedos e, ainda, esticam os bracinhos para pegá-los. Por isso, é bacana deixá-los à disposição pelo chão. Nessa idade o controle da cabeça já é maior, e é possível deixar o pequenino de bruços, para estimular que ele role até algo que quer pegar. Você verá a cabecinha olhando de um lado para o outro, sempre em busca de atividades (há alguns bebês, inclusive, que se irritam um pouco ao localizar algo à distância e não conseguir engatinhar até lá! É até engraçado!).

Mas não se esqueça de que entre o quarto e o sexto mês boa parte da exploração do ambiente pela criança ainda acontece pela boca! Como nessa fase ela já consegue agarrar o que estiver ao alcance, é fundamental manter por perto somente o que ela pode abocanhar (e deixar tudo bem limpinho).

Varie as cores dos objetos

Enquanto nos primeiros três meses de vida a visão do bebê ainda é muito precária, sem a distinção completa de formas e cores, a partir do quinto mês você pode apostar que o filhote estará enxergando muito melhor. Por isso, disponibilize para ele objetos e brinquedos com cores distintas, mais especificamente acessórios azuis, amarelos e vermelhos. Essas três são as cores primárias e, nessa idade, os bebês já conseguem distingui-las.

Nesse sentido, pode ser a hora de trocar o móbile (por algo mais colorido e estimulante) e, ainda, as meias do bebê (no quinto mês as crianças começam aquela fase fofa de “explorar” os pés e as mãos – por que não estimular?).

Chame-o pelo nome

Com a audição e a capacidade cognitiva se desenvolvendo a todo vapor, no quinto mês muitas crianças reconhecem o próprio nome. Portanto, além de dialogar bastante com o filhote, como já citei anteriormente, não deixe de, ao falar com ele, chamá-lo sempre pelo nome, para que ele vá se familiarizando.

Aposte em sons (por todos os lados)

Ainda falando em audição, entre o quinto e o sexto mês o bebê acompanha sons e vozes (virando-se na direção deles). Você pode estimular essa habilidade com chocalhos, ou mesmo chamando a criança (pelo nome, para treinar esse reconhecimento também) em posições diferentes.






Arquivado em: Desenvolvimento Tags:

Deixe seu comentário