5 hábitos para uma alimentação mais saudável (para toda a família)

Por 0 Comentários


Em função da correria do dia a dia, muitas vezes acabamos deixando de lado alguns hábitos alimentares saudáveis, e substituindo-os por outros, mais práticos (mas que não nos fazem tão bem, não é verdade?). Mas e se eu dissesse que, com um pouco de organização, é possível combinar praticidade e boa alimentação? Acredito que toda mãe considera esse o melhor dos mundos!

Por isso, não deixe de conferir algumas dicas práticas para colocar em ação já – são coisas fáceis de fazer e que podem  representar um grande ganho para a saúde da sua família. Vem ver!

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Faça cubinhos de gelo nutritivos

Um suco de frutas que contenha também alguns legumes, como beterraba e couve, é um prato cheio para o café da manhã. Mas quem tem tempo para, todos os dias, picar ingrediente por ingrediente? Para facilitar, reserve um dia da semana para fazer gelinhos verdes: junte folhas de couve e água (só um pouco, o suficiente para bater) e processe-as no liquidificador. Em seguida, distribua em forminhas de gelo e congele. Quando quiser preparar um suco, é só tirar alguns cubinhos e bater tudo junto (lembrando que você pode fazer gelinhos de diversos sabores). Uma outra sugestão é congelar couve com água de coco. Esses gelos nutritivos podem ser consumidos em até três meses.

 

Congele temperos e molhos

Se você foi ao supermercado ou à feira e comprou folhas de salsa ou cheiro verde, pique-as e leve-as ao congelador. Congelados, esses temperos duram mais (e também podem ser armazenados em forminhas de gelo, o que facilita as medidas para as receitas). Temperos e caldos caseiros também podem ser congelados (aprenda como prepará-los nesse post). Essa dica garante ainda mais sabor e qualidade aos alimentos, já que esses temperos são mais ricos em nutrientes e não levam conservantes, como os comprados prontos.

Também é bacana preparar molhos em casa, ao invés de comprar produtos industrializados. Assim como os temperos, você leva um dia preparando o molho e, depois, congela e reaproveita quando quiser. Dura cerca de um mês no congelador.

 

Guarde hortaliças lavadas

O processo de higienização das hortaliças antes do consumo é muito importante, mas não é sempre que estamos com tempo (ou ânimo) para fazê-lo. Se quiser se presentear com pelo menos cinco dias sem a lavagem das folhas, a dica é a seguinte: depois de lavar bem o maço, seque as folhas na centrífuga ou então diretamente no papel-toalha (folha por folha). Em seguida, acomode-as em uma vasilha forrada com papel-toalha e coloque um papel também por cima, antes de fechar com a tampa. Essa vasilha deve ir à geladeira e, dessa forma, o vegetal fica apropriado para consumo por quase uma semana!

 

Armazene verduras e legumes no congelador

Por meio do processo de branqueamento, verduras e legumes podem ser armazenados no congelador. O procedimento conserva melhor os nutrientes e, congelados, esses alimentos acabam durando mais. Para branquear, lave bem o legume, corte em cubos (ou rodelas), mergulhe em uma panela com água fervente (por cerca de cinco minutos), retire e coloque em um recipiente com água gelada (novamente durante cerca de cinco minutos). Em seguida, escorra, coloque tudo em um recipiente plano e leve ao freezer (nesse post aqui eu falo mais sobre o processo, e como ele é usado na produção de papinhas caseiras). O tempo de validade dos alimentos branqueados pode ser de até seis meses.

 

Prefira papinhas e sopas congeladas

Ao invés de adquirir versões prontas, opte por papinhas e sopas que você possa fazer em casa e congelar. Aqui no blog há receitas bem simples – daí é só levar à geladeira (para descongelar) e ao fogo e pronto – economia de tempo e prato saudável para o bebê.




Arquivado em: Alimentação Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail