Por que as crianças não querem ir para a cama?

Por 0 Comentários


Você também tem um pequenino em casa que se recusa a dormir todas as noites? Pois aqui em casa eu sofri muito com isso, porque Catarina era daqueles bebês que lutam para ir para a cama por pelo 30 ou 40 minutos! O resultado era uma mãe completamente esgotada, muitas vezes sem paciência, e que achava que não havia solução para o problema! Mas sabia que tem?

Esse é justamente o assunto do post de hoje, da nossa querida consultora de sono, Michele Melão. Vem dar uma espiadinha nas dicas para acabar com essa guerra de vez (eu me identifiquei muito com o texto! Parece que ela escreveu para mim!).

Por Michele Melão

Seu filho luta muito para dormir? Pois saiba que muitas mães nos escrevem com o mesmo problema – a dificuldade que a criança tem em adormecer. Para a hora de dormir elas já esperam momento de choro, stress, e a vitória só chega quando a criança (depois de protestar muito) finalmente dorme.

No post de hoje quero deixar reflexões para as leitoras do Mil Dicas de Mãe sobre 3 possíveis causas desta dificuldade e dar dicas práticas de um ritual de sono divertido e relaxante, que pode ajudar muito na “luta contra o sono”.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Que tal nos colocarmos no lugar do bebê?

Você já tentou dormir quando não está com sono? Talvez porque tenha que fazer uma viagem no dia seguinte ou tenha um compromisso muito cedo e precise ir para a cama mesmo sem sono? É muito difícil dormir! Esta é a primeira causa da recusa para a criança adormecer:

– A criança não está preparada / cansada / com sono o suficiente para dormir. Certamente seu filho vai pedir mais uma história, outro copo de água ou mais uma ida ao banheiro. Ele está claramente sem sono. Neste caso, reveja as sonecas diurnas (se não estão maiores do que o necessário para a idade) e os estímulos e brincadeiras que ele recebe durante o dia. Muitas vezes incluir atividades e fazer uma mudança nos horários sanará este problema.

 

Já chegou de uma festa e conseguiu dormir imediatamente quando deitou na cama? Esta é outra dificuldade que as crianças podem ter:

– A criança está cansada demais. Com o dia agitado das famílias, muitas vezes as crianças ficam cansadas ao fim do dia e precisam dormir perto das 19h. Em muitas casas isso é difícil de acontecer e a criança entra em um estado de “ligado-cansado”, aumentando seus níveis de adrenalina, para que o corpo se mantenha acordado e ativo. Neste caso o ritual de sono precisará ser bastante rico para promover o relaxamento da criança (e adiantar o horário de dormir também pode ajudar bastante).

 

Quem consegue dormir quando está fazendo algo muito legal? Esta é a terceira causa da inquietação das crianças na hora do sono:

– A criança está ocupada demais para relaxar e dormir. Muitas vezes os pais chegam tarde em casa e aproveitam o pouco tempo para brincar com as crianças, que nunca têm vontade de parar com o divertimento. Um exemplo prático do dia a dia dos adultos: você costuma dormir às 22h, mas no sábado à noite está assistindo um filme extremamente interessante. Você para de assistir para ir dormir? Claro que não! Mesmo que esteja com sono, você tenta se manter acordado para curtir aquele momento. O mundo é um filme dos melhores, um parque de diversões, uma interatividade sem fim para as crianças. Tudo é novidade e a ideia de parar a brincadeira para dormir não é nada atraente neste caso.

Por isso o ritual de sono deve ser algo interessante e ao mesmo tempo relaxante. Normalmente um ritual de sono apressado, no meio de diversas tarefas, como lavar a roupa, ou a louça não vai funcionar muito bem. A criança precisa de uma sinalização para a hora do sono e esse pode ser um momento delicioso de conexão com seu filho.

Esta é uma sugestão de ritual de sono para crianças até um ano: massagem, banho, troca com uma música ou ruído, leite (materno ou fórmula), limpeza da boquinha, oração, colo da mamãe ou do papai e berço.

Para as crianças acima de um ano, sugiro algo ainda mais atraente, já que será bem mais difícil tirar a criança de uma atividade, para que ela relaxe e durma com mais facilidade: desenhe como será este ritual em um papel (sulfite ou cartolina) e encaixe nesta rotina tudo o que será feito com seu filho para a hora de dormir. Inclua o banho, leite, história, massagem, carinho quando estiver no berço, limpeza da boquinha, apagar as luzes, dar boa noite para os brinquedos. Torne essas tarefas divertidas, dando um nome para a rotina (por exemplo “desfile do sono da – nome da criança”), ofereça uma escova de dentes mais divertida e brinque com ele durante o processo de escovar os dentes, cante uma música especial para o pijama, e dê a oportunidade de seu filho fazer alguma escolha dentro do ritual (o local da leitura da história – no chão ou no colo, entre outras).

Coisas simples podem fazer com que seu filho espere pelo ritual do sono, já que ele sabe que será um momento especial, de alegria, e certamente dormirá com muito mais facilidade.

Espero que estas dicas ajudem as mães a montarem um ritual de sono adequado e que a hora de ir para a cama não seja um período de lágrimas. Até porque, quase sempre, as mães já chegam no fim do dia completamente exaustas e passar por uma situação de stress e choro para dormir é bastante difícil.

michele melão selo




Arquivado em: Sono do bebê Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail