Carinho de filho

Por 1 Comentário


Sabe aqueles dias em que tudo parece difícil? Que seus planos deram por água abaixo, que seu chefe acabou com sua vontade de permanecer no emprego, que você descobriu alguém doente na família, que você brigou com alguém importante em sua vida por bobeira? Eu acredito que nesses dias uma mãe ou um pai tenham um grande presente em suas mãos, para tornar a situação mais fácil – o carinho do filho.

Não importa se seu filho já tem idade para compreender suas aflições, nem se o gesto carinhoso foi intencional, para te dar amparo. O fato é que mesmo quando o filhote é apenas um bebê, essa energia é o que te leva a continuar. Quando você sente aquela mãozinha, que é menor do que um dedo, te segurando – firme, como quem diz “eu quero viver, viu?”-, não há outra opção além de seguir em frente.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Carinho de filho é também aquele instante em que o pequeno faz a sua mão ou o seu cabelo de naninha. Pode ser desgastante no começo, quando tudo o que você quer é descansar (e não ficar imóvel ao lado do berço), mas com o tempo você vai descobrindo que aquilo acalma o filhote, e acalma você também. É como se os problemas ficassem do lado de fora, e ali você sentisse apenas a força daquela conexão. E isso, nos dias difíceis, ajuda e muito!

Carinho de filho acontece naquela hora em que você não quer chorar, mas as lágrimas correm à revelia. Aí você sente o pequeno enxugando-as com sua fraldinha, com aquela cara de quem compreende (afinal, você deve estar chorando pelos mesmos motivos que ele – você está com frio, com fome, com sono, ou não conseguiu o que queria, não é mesmo?). Então ele aparece com um bichinho de pelúcia, que, ele tem certeza, lhe fará se sentir melhor.

Carinho de filho é o momento em que o pequeno se joga sobre você, e decide ficar por ali horas e horas. E só o fato de estarem os dois corações juntos, batendo um pertinho do outro, já faz com que você sinta que a vida tem jeito. Carinho de filho não cura todas as dores, mas ameniza muitas. Porque te mostra que o mundo pode não ser feito, mas certamente tem pequenas partes de perfeição.




Arquivado em: Papo de mãe Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Jaqueline disse:

    Como é bom este carinho… impressionante como nos dar animo e um tipo: vamos em frente. #amosermae . Sem duvidas sou uma pessoal 1000 vezes melhor depois que minha princesa nasceu ( ou melhor que descobri que estava gravida).

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail