Mogli, o Menino Lobo: eu assisti e conto tudo sobre o filme!

Por 0 Comentários


Está chegando hoje às telonas de todo o país o novo filme da Disney: Mogli, O Menino Lobo. E há cerca de dez dias fui convidada para a pré-estreia do filme, que assisti junto com Catarina, para poder contar minha opinião por aqui. Querem saber o que eu achei, se vale a pena levar seu filho para assistir? Então vamos por partes: começando pelo fato de que eu não consegui desgrudar os olhos da tela por um mísero segundo!

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Eu não sei se vocês estão familiarizados com a história de Mogli – confesso que tudo o que eu sabia era que ele tinha sido criado no meio da selva, por um grupo de lobos (até pelo nome, dá para intuir isso, certo?). Por isso foi uma delícia descobrir o enredo aos poucos: que ele foi encontrado por uma pantera negra, de nome Bagheera (e que o próprio animal se considera um guardião do menino). Foi ele quem o levou para uma alcateia, que seria sua família e o protegeria enquanto fosse pequeno.

Durante a trégua da água, um momento de grande seca na selva em que os animais convivem pacificamente, por entenderem que o mais importante é que todas permaneçam vivos, bebendo a pouca água que resta, o tigre Shere Khan lança sobre o menino uma promessa: que ele retornará para pegá-lo, quando as chuvas voltarem. Para poupar seu grupo, o próprio Mogli se prontifica a ir embora, e será guiado em seu caminho, até o acampamento dos humanos, pela pantera.

O que me chamou a atenção é que Mogli não tem as mesmas características de outro humano habitante das selvas nas histórias, Tarzan. Ele não é viril, forte, dominante, como o outro personagem – é apenas um menino, com medo dos perigos da floresta, mas com muita coragem para enfrentá-los. Conforme o filme ia se desenrolando, eu conseguia conversar com Catarina sobre várias situações em que é preciso estar alerta. Na cena em que uma serpente gigante tenta comer o menino, é possível mostrar às crianças que aquele que tenta ajudar, chegando de mansinho, pode, na verdade, estar escondendo segundas intenções.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

O filme também mostra a amizade entre Mogli e o urso Baloo, e o quanto podemos nos superar por um amigo (o urso mal conseguia escalar uma montanha, mas para resgatar o protagonista das garras do rei Orangotango Gigante, consegue chegar ao ponto mais alto de um platô, onde está a cidade de pedra dos macacos). Quase todas as cenas geram grande emoção: espere muita ação e alguns sustos (e esteja preparada para seu filho não querer ver algumas cenas, se for muito pequeno).

Catarina se assustou algumas vezes durante o filme (fechava os olhinhos quando o tigre se aproximava de Mogli). Apesar disso, não queria ir embora do cinema, e disse que gostou do filme (mas, cá entre nós, eu acho que gostei mais do que ela. Achei um baita programa!). Por isso, se seu filho já é um pouco mais velho, ou adora aventura, Mogli é uma super pedida. Mas se o filhote por aí ainda é novinho, ou não gosta de surpresas, pode ser mais interessante esperar pelo DVD (o barulho e o escuro do cinema podem dar medo, enquanto assistir em casa gera maior conforto na criança).




Arquivado em: DiversãoPasseios Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail