8 dicas de atividades bacanas para uma festa de aniversário

Por 0 Comentários


Uma das coisas que eu fui aprendendo com o tempo, em relação às festas infantis, é a importância das brincadeiras para entreter os pequenos. Confesso que nos primeiros aniversários de Catarina eu não dava muita “bola” para a coisa, mas fui percebendo que o que realmente era lembrado do evento, pelos convidados mirins, eram justamente as atividades, a farra, a bagunça! E quando comecei a colocar atenção nesse ponto, as comemorações da pequena se tornaram muito mais bacanas, tanto para ela, como para os amiguinhos (e até mesmo para os pais, que conseguiam aproveitar o tempo (quase) livre para bater um bom papo!).

Quem opta por festa em buffets geralmente já conta com brinquedos e distrações que o próprio estabelecimento oferece, mas, se você pretende fazer uma festinha caseira, terá que pensar em preparar algo ou contratar alguém especializado que possa ajudá-la. E justamente para ajudar nessa tarefa eu reuni algumas sugestões bem interessantes (e simples!) que podem tornar o dia inesquecível! Espero que você goste!

 

Para crianças menores

Cantinho do bebê: reserve um espaço e cubra-o com tatames e alguns brinquedos, para que os mais novinhos possam participar da diversão também. Uma dica legal é colocar em uma das paredes do ambiente algumas panelas (bem presas), com colheres penduradas para os pequenos se divertirem com os sons produzidos.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

 

Garrafas sensoriais: no cantinho do bebê ou em algum outro lugar da festa, você também pode disponibilizar garrafas sensoriais preenchidas com diferentes conteúdos. Vale utilizar sementes, botões (para estimular os pequeninos com o barulho), ou ainda água misturada a itens como purpurinas, pecinhas ou peixinhos de plástico (que atraem o olhar). As garrafas podem ficar no chão ou bem presas a fitas, funcionando como uma cortina sensorial (mas certifique-se de que elas fiquem ao alcance dos pequeninos e estejam bem fechadas).

 

Desenho livre: conhece o papel kraft, aqueles que vem em rolos gigantes? Pois você pode adquirir um rolo e recortar pedaços grandes, para servir de tela para os pequenos artistas. A peça deve ser deixada no chão (bem presa com pesos ao redor, ou fitas adesivas), com tintas abertas à mão, para os pequeninos pintarem o sete com os dedos (prefira potes grandes, que facilitam o processo)! Deixe também um balde com água à disposição, para que todos se limpem durante e depois da atividade.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

 

Para crianças mais velhas

Cantinho das crianças: assim como no cantinho dos bebês, no qual a dica é distribuir brinquedos direcionados para a idade dos pequeninos, aqui funciona com a mesma lógica. Como estamos falando de crianças mais velhas, podem ser distribuídos diferentes jogos de tabuleiro, carrinhos, bonecas, desenhos para colorir, massinhas de modelar… E daí cada um escolhe como quer se divertir.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

 

Oficinas: já pensou em organizar uma oficina para a festa do filhote? Algumas opções interessantes são aquelas que envolvem culinária, artesanato e jardinagem. Aqui, o propósito é escolher um tema de que o aniversariante goste e montar uma atividade baseada nele, com a ajuda de um adulto que supervisiona e ensina os pequenos a colocar a mão na massa. Pode ser, por exemplo, uma produção/decoração de biscoitos (dependendo do espaço disponível, só a segunda parte – a de decorar – é viável, mas, ainda assim, é bem legal!), produzir peças simples de decoração, origami, ou ainda plantar uma mudinha. A criação pode se tornar, inclusive, a lembrancinha do evento e ser levada para a casa do convidado.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

 

Criação de monstros: deixe círculos recortados, bocas e dentinhos diferentes espalhados pelo chão (as peças podem ser de papel ou feltro, materiais fáceis de serem trabalhados para que você deixe tudo pronto com antecedência). A ideia é que tudo fique à disposição dos pequenos, para que eles façam colagens e criem monstros (exatamente por serem criaturas que não possuem formas pré-estabelecidas, a imaginação pode rolar solta para formar monstrinhos do jeito que eles quiserem!).

 

Espaço de beleza: crianças mais velhas também podem curtir momentos de mimos na festa, como um espaço para fazer as unhas, maquiagem, ou um penteado diferente. Se você curte a ideia, não se esqueça de escolher produtos especialmente feitos para crianças, e testados dermatologicamente para não causar alergias (ou questione a empresa contratada especificamente quanto a isso). Um mini-camarim pode ser montado em um local mais reservado, onde profissionais deixam que os pequenos escolham como querem se enfeitar – e a transformação começa!

 

Camarim de produção: além de arrumar o cabelo e as unhas, a criançada pode curtir ainda mais a festinha com um camarim de produção completo, como aqueles que existem em teatros. A sugestão aqui é disponibilizar fantasias e acessórios para que os pequenos “se montem” como quiserem. Você pode até sugerir que eles ensaiem algo para apresentar aos adultos depois! Com certeza vão adorar!




Arquivado em: AniversárioAtividadesFestas Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail