5 dicas inteligentes para cuidar dos machucados do seu filho

Por 0 Comentários


No último fim de semana, Catarina levou um tombo de patinete. Nada grave, coisa de criança, que teve como resultado uma “raladinha” no joelho. Eu, que assisti a toda a cena, saí correndo para levantá-la e me certificar de que estava tudo bem. Aí vieram 5 minutos de chororô, muito beijo e abraço na pequena e um pedido irrecusável: “mamãe, cuida de mim?”. Esse, sim, um verdadeiro teste cardíaco para a mãe, que tem vontade de morrer de tanto amor!

Enquanto cuidava daquele machucadinho, lembrei que nunca havia deixado aqui no blog algumas dicas bacanas para esses momentos. Por isso, hoje estou aqui para compartilhar alguns aprendizados e informações úteis para tratar arranhões, pequenos cortes e outros machucados comuns às crianças. Vem dar uma espiadinha!

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

1) Em primeiro lugar, avalie o dano. Você precisa saber se o machucado foi sério, se é preciso correr para um pronto-socorro ou bastam os cuidados em casa. E para fazer essa avaliação, o pequeno precisa estar calmo: a velha receitinha de água com açúcar pode funcionar, para tirar sua atenção da dor. Peça para seu filho mexer a parte lesionada (mão, dedo, perna) – se ele conseguir, ótimo! Se notar inchaço excessivo, corte profundo (que necessitará de ponto cirúrgico), incapacidade de se mover, algum ossinho fora do lugar ou exposto, é necessário tratamento de urgência. Por isso, vá ao hospital. Mas, na grande maioria das vezes, trata-se apenas de um susto, e você pode seguir para o passo 2.

2) Lave com água e sabão! Eu sei que quase todo mundo já ouviu falar que é assim que começamos a tratar um machucado, mas você pode ter dúvidas sobre a importância dessa etapa. Esteja certa: isso é fundamental para cuidar da pele do filhote (o que é comprovado, inclusive, por diversos estudos em saúde). Não precisa esfregar, basta a aplicação de um sabão neutro para fazer uma limpeza inicial, que ajuda a reduzir o número de micro-organismos no local. Se estiver sangrando, pressione o local com uma gaze estéril por alguns minutos até conseguir estancar o sangramento.

3) Aplique uma substância antisséptica. Depois de lavar e secar a área (de leve, com uma toalhinha), o ideal é que você coloque um antisséptico sobre o corte ou a área em que a pele foi machucada, pois ali se estabelece uma “porta de entrada” para possíveis invasores (causadores de infecção). Você pode optar por um produto que seja visível com facilidade, para ter certeza de que ele cobriu toda a região necessária – o Betacare™, por exemplo, não arde, age sobre bactérias, vírus e fungos e tem cor laranja (porque é à base de iodo), o que facilita a visualização da aplicação (e quando a cor some, indica que é hora de aplicar novamente). Importante: é indicado acima dos 2 anos (de qualquer forma, consulte o pediatra do seu filho sobre o uso).

4) Faça um curativo. Para não deixar a ferida exposta, você pode protegê-la com uma gaze estéril e pedaços de esparadrapo ou um curativo adesivo. Mas é importantíssimo realizar a troca desse material, para que ele não fique úmido e crie condições de multiplicação de fungos e bactérias no local. Sempre que molhar ou cerca de duas vezes ao dia, tire o curativo, reaplique o antisséptico e volte a proteger o machucado. Quando notar uma melhora e a lugar não estiver incomodando embaixo das roupas, você pode deixar a região livre, o que acelera o processo de cicatrização.

5) Se houver demora na cicatrização, fique atenta. Se o machucado ficar vermelho, seu filho tiver febre ou você notar presença de pus (que é amarelado), leve seu filho ao médico. Pode ter ocorrido a contaminação do local, com necessidade de uso de antibiótico. Para minimizar as chances de isso acontecer, capriche nos itens anteriores, que dá tudo certo!

 

Betacare™ – Iodopolividona 10%. MEDICAMENTO DE NOTIFICAÇÃO SIMPLIFICADA RDC Anvisa Nº 199/2006 AFE Nº 1.00210-4. Indicação: antisséptico de uso tópico. “TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.” “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.” BETACARE™ É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.
(Informações da bula estão impressas no cartucho.) Fabricado e notificado por: Laboratório Tayuyna. Atendimento ao Consumidor ADV: 0800 134345. Material Código: Anúncio_PM_ Machucado. Data de impressão: outubro/2015. (1) Monografia do produto. (2) Handbook of Topical Antimicrobials: Industrial Applications in Consumer Products and Pharmaceuticals, By Daryl S. Paulson, Page 79. (3) Postgrad Med J (1993) 69 (Supp!. 3), S78-S83 – Action of povidone-iodine against methicillin-sensitive and-resistant cultures of Staphylococcus aureus – RW, Lacey and A Catto – Department of Microbiology, university of Leeds, Leedes Ls2 9Jt. *Em  comparação ao álcool. Betacare™ é uma marca comercial. ADV

selo




Arquivado em: Publieditorial Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail