Pais que participam da educação dos filhos criam adultos mais bem-sucedidos e felizes

Por 0 Comentários


Recentemente eu publiquei aqui no blog um post sobre um estudo, que concluiu que o amor do pai é uma das maiores influências na personalidade do filho. E mais uma vez venho contar sobre como a ciência tem demonstrado a importância da criação paterna para as crianças – dessa vez, uma pesquisa apontou que pais que participam da educação de seus pequenos criam filhos mais inteligentes.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

A afirmação foi feita no relatório O Estado dos pais no mundo, desenvolvido pela MenCare, organização que atua ativamente em 35 países, com projetos para melhorar a relação entre pais e filhos. Nesse trabalho, foram analisados quase 700 estudos de várias comunidades do mundo, inclusive do Brasil. O resultado? Crianças que recebem apoio e participação do pai durante o processo educativo melhoram o desempenho na escola, e ainda apresentam melhorias no desenvolvimento cognitivo e nas habilidades sociais.

E as vantagens da relação paterna não param por aí: os pais também são beneficiados. Segundo o relatório, os homens mais ativos na rotina da família são também mais saudáveis (apresentam menos problemas físicos e mentais), mais produtivos na carreira e menos propensos ao uso de drogas. Conclusão: esses homens são os mais felizes! É importante dizer, no entanto, que o relatório não faz uma comparação entre a importância do pai e da mãe para o desenvolvimento dos filhos – nem poderia, afinal, ambos são importantíssimos nesse processo, cada um da sua forma.

Benefícios futuros

Além de todos os benefícios durante a infância, de acordo com os estudos, os filhos de pais que cooperam na educação se tornarão adultos mais felizes, bem-sucedidos e com menos chances de se envolverem em atividades ilegais. Outro aspecto interessante é que essa relação também propicia às meninas optarem por carreiras geralmente dominadas por homens, enquanto os meninos são incentivados a ajudar nos serviços da casa. Isso mostra que os pequenos realmente se espelham no exemplo dos pais desde cedo (os homens que atuam mais ativamente na rotina da casa mostram, de forma clara, que não existe separação por gênero nas tarefas domésticas). E ainda, quando se relacionam mais profundamente com as filhas, mostram que elas podem ser e atuar onde quiser.

O pai do seu filho participa da vida familiar exatamente dessa forma? Então compartilhe o post com ele – tenho certeza de que ele vai gostar muito de saber de tudo isso!




Arquivado em: DesenvolvimentoEducaçãoPapo de mãe Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail