Fazer refeições em família oferece dieta mais saudável e deixa os pequenos mais comportados

Por 0 Comentários


Como é o ritmo das refeições aí na sua casa? De verdade, vocês conseguem se sentar à mesa, pais e filhos, sem a televisão ligada ou outro tipo de distração tecnológica? Confesso que por aqui nem sempre consigo essa proeza – contudo, nas vezes em que toda a família está reunida, faço questão de desligar tudo, para que tenhamos um tempo só nosso, com oportunidade para que cada um conte seu dia. Acabei instituindo isso desde que me casei, e Catarina teve que entrar nessa dança quando começou a comer conosco. Claro que, de vez em quando, a pequena reclama (porque quer assistir ao programa X, Y ou Z), mas acaba cedendo ao meu jeito meio “militar” de tratar a questão.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Só que nós sabemos que a vida anda muito acelerada, e que nem sempre é possível coordenar os horários de todos os integrantes da casa, para uma refeição em família. Alguns pais não conseguem voltar a tempo de se alimentar ao lado dos filhos e, com isso, os pequenos acabam se saciando fora da mesa – na sala, no quarto, com a TV ligada e acompanhando desenhos e outros programas (de vez em quando também acontece por aqui, mesmo tentando ao máximo evitar!). Mas reunir todos juntos em volta da mesa, em um ambiente tranquilo e com eletrodomésticos desligados, é um hábito que deveria ser diário, pois, além de ser um momento em que todos se encontram, promove reflexos na saúde e até no comportamento escolar das crianças. Parece muito? Mas é interessante saber que esses benefícios foram apontados em uma pesquisa feita pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

De acordo com o estudo, que analisou o comportamento de 60 famílias durante as refeições (metade delas na presença do barulho de eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, e metade sem essa interferência), aquelas que comiam na “agitação” acabavam ingerindo uma quantidade significativamente maior de alimentos menos saudáveis, como cookies e refrigerantes. Já as crianças dessas famílias eram prejudicadas, porque recebiam menos atenção dos pais, enquanto comiam.

Isso significa que a tendência de quem come separadamente e fora de um ambiente calmo é manter uma dieta mais gordurosa e bem menos saudável e, no caso dos pequenos, contribui para que eles desenvolvam transtornos alimentares na adolescência (afinal, aprendem desde cedo a não comer como deveriam).

 

Mesa tranquila, criança comportada na escola

Segundo os pesquisadores, quando as famílias mantêm o hábito de fazer as refeições juntas e sem a interferência do barulho de aparelhos eletrônicos (os celulares e tablets entram nessa conta!), isso proporciona diálogos na mesa e faz com que um aprenda a ouvir o outro. E a consequência desse momento é um melhor comportamento dos pequenos na escola, uma vez que eles exercitam a sociabilização também em casa.

 

É fato que nem todas as famílias conseguem se reunir para fazer as refeições, com todos juntos. Contudo, vale conhecer a pesquisa para tentar manter esse hábito sempre que possível, e também para deixar as crianças na mesa e longe de aparelhos eletrônicos enquanto comem!




Arquivado em: Alimentação Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail