Para congelar a papinha, pode levá-la diretamente ao congelador ainda quente?

Por 0 Comentários


Aqui no blog, eu já comentei diversas vezes com vocês sobre papinhas para bebês. E um dos posts de maior sucesso foi justamente aquele onde eu conto o passo-a-passo para congelá-las – afinal, é muito comum que você cozinhe uma quantidade maior do que a que o filhote vai consumir no dia, para ter um pequeno estoque de comidinha saudável em casa. Eu mesma fazia dessa forma por aqui: escolhia três ou quatro receitas básicas e congelava o excedente, para levar em um passeio ou viagem mais curta. Mas também conheço mães que tiram o fim de semana para a produção, para conseguir fugir do fogão por alguns dias.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Acontece que, recentemente, uma leitora me escreveu perguntando sobre o processo de branqueamento: o choque térmico que você precisa dar nos alimentos, para mantê-los fresquinhos durante o congelamento. Quando eu preparava as papinhas de Catarina, costumava usar uma assadeira com gelo para fazer isso, e só então levava os potinhos já frios para o freezer. Mas achei a pergunta muito interessante (e acredito que seja uma dúvida constante de quase todas as mães): é possível levar os potinhos ainda quentes ao congelador, e usar o frio desse ambiente para o choque térmico? 

Como eu não sabia a resposta, procurei alguém que poderia responder com propriedade, a Priscilla Moretto, nossa querida chef de cozinha e parceira do blog. Aqui vai a resposta:

“O branqueamento pode ser feito direto, sim! Sem problemas! É só colocar a papinha bem quente direto na geladeira, pois o choque térmico ajuda a manter os nutrientes e a cor dos alimentos. Importante lembrar de colocar a papinha no vidro ou BPA free” (para que não haja contaminação da papinha com o Bisfenol-A, resíduo que sai de alguns plásticos quando submetidos ao calor – durante o descongelamento, por exemplo).

Fica a dica para todas as mamães!




Arquivado em: Alimentação Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail