Como fazer caldo caseiro de carne, de frango, de peixe e de legumes!

Por 3 Comentários


Hoje tem um daqueles posts maravilhosos da nossa querida colunista Priscilla Moretto! E dessa vez para ensinar como fazer caldo caseiro – de carne, de frango, de peixe e de legumes! E por que é tão bacana aprender isso? Porque dessa forma você pode colocá-los nas papinhas do filhote, e utilizá-los na alimentação de toda a família (fugindo dos caldos prontos, que têm uma série de produtos químicos horrorosos na composição!). Vem ver!

Por Priscilla Moretto

O caldo, como é conhecido popularmente, é a base de praticamente todas as sopas, cremes ou risotos. E claro, é muito utilizada na época da introdução alimentar, pois dá sabor às papinhas e possui muitos nutrientes.

Fazer seu caldo em casa é com certeza muito mais nutritivo, mas nem sempre é uma tarefa tranquila. Ele demanda um certo tempo na cozinha, apesar de ser de fácil preparo. E como sabemos o quanto o tempo é valioso hoje em dia, daremos receitas práticas e dicas de como conservá-lo, para que você possa preparar em grande quantidade e guardar de forma simples – produzindo, assim, as primeiras comidinhas do seu bebê.

A receita dos caldos caseiros é bem simples e prática, porém é necessário passar cerca de 2 horas e meia (um pouco mais, um pouco menos) no fogão. A base de todo caldo é a seguinte (não estranhe os nomes franceses!):

Mirepoix – conhecida por esse nome na cozinha francesa, é apenas uma combinação de três aromáticos da cozinha: a cebola, o salsão e a cenoura.

Imagem: Priscilla Moretto

Mirepoix – Imagem: Priscilla Moretto

Bouquet garni – um ramo com uma combinação de ervas a seu gosto. Pode ser tomilho, alecrim, coentro, salsinha, louro entre outros.

Imagem: Priscilla Moretto

Bouquet Garni – Imagem: Priscilla Moretto

Sachê d´épecies – Um sachê feito com especiarias. Muito usado com dente de alho, cravos, erva-doce, anis estrelado, pimenta do reino, entre outros.

caldo caseiro 5

Sachê d´´epecies – Imagem: Priscilla Moretto

Carnes ou legumes – opções de incluir a carne à sua escolha ou somente legumes (os caldos mais comuns são de carne, frango, peixe e legumes).

Agora que você já foi apresentada à base dos caldos caseiros, seguem receitas dos 4 tipos de caldo mais comuns e algumas formas de conservá-los de forma prática.

 

CALDO CASEIRO CLARO DE FRANGO (rende 1,5 litro)

Ingredientes:

1 kg de sobre coxa de frango ou coxa

1 colher de sopa de azeite ou óleo de canola

1 xícara de cebola cortadas em cubos grandes

1/2 xícara de salsão com folhas cortadas em cubos grandes

1/2 xícara de cenoura cortadas em cubos grandes

Sachê d´épecies (a gosto)

Bouquet garni (a gosto)

3 litros de água

Modo de preparo:

Refogar a carne no azeite até dar uma douradinha. Incluir a cebola, a cenoura e o salsão e refogar por alguns minutinhos, até que a cebola murche. Incluir a água, o sachê e o bouquet e cozinhar por cerca de 2h30.

Deixar esfriar para retirar a gordura que se forma em cima e depois peneirar e guardar da maneira como preferir.

 

CALDO CASEIRO DE CARNE CLARO (rende 2,5 litros)

Ingredientes:

1 kg de ossobuco

1 colher de sopa de azeite

1 xícara de cebola cortada em cubos grandes

1/2 xicara de salsão cortado em cubos grandes

1/2 xícara de cenoura cortada em cubos grandes

Sachê d´épecies (a gosto)

Bouquet garni (a gosto)

4 litros de água

Modo de preparo:

Refogar a carne no azeite até dar uma douradinha. Incluir a cebola, a cenoura e o salsão e refogar por alguns minutinhos, até que a cebola murche. Incluir a água, o sachê e o bouquet e cozinhar por cerca de 2h30.

Deixar esfriar para retirar a gordura que se forma em cima e depois peneirar e guardar da maneira como preferir. Ou seja, é a mesma forma que usamos para fazer o caldo de frango!

 

CALDO CASEIRO DE LEGUMES (rende 1,5 litro)

Ingredientes:

1 colher de sopa de azeite

1 xícara de cebola cortada em cubos grandes

1 xicara de alho porro cortado em cubos grandes (uso integral)

1/2 xícara de cenoura cortada em cubos grandes

1/2 xícara de salsão cortado em cubos grandes

Sachê d´épecies (a gosto)

Bouquet garni (a gosto)

2  litros de água

Modo de preparo:

Refogar os legumes no azeite, cobrir com a água e cozinhar por cerca de 1h30. Peneirar e reservar.

 

CALDO CASEIRO DE PEIXE (rende 1,5 litro)

Ingredientes:

1 cabeça de peixe

1 xícara de cebola cortada em cubos grandes

1 xícara de alho porro cortado em cubos grandes (uso integral)

1/2 xícara de cenoura cortada em cubos grandes

1/2 xícara de salsão cortado em cubos grandes

sache de e´specie (a gosto)

bouquet garni (a gosto)

2  litros de água

Modo de preparo:

Escaldar a cabeça de peixe em água quente por 2 minutos. Retirar e passar água fria. Colocar numa panela com os outros ingredientes e a água e deixar cozinhar por cerca de 1h30.Peneirar e reservar.

 

Formas de conservar os caldos caseiros:

A melhor forma de conservar os caldos por bastante tempo é congelá-los em potes de plástico, após resfriados, ou produzir cubos de caldo em formas de gelo, e então colocar em sacos tipo ziplok (dessa forma, você descongela apenas a quantidade certa, conforme necessário). Em geladeira eles duram 4 dias; já no congelador, 3 meses.

 

Sugestão de papinhas com caldos caseiros:

Organize papinhas pré-prontas em sacos ziplok, juntando o cubo de caldo de sua preferência e composições com ervas, verduras e legumes (crus, que você cozinha no próprio caldo depois do descongelamento). Depois é só retirar do congelador e preparar na porção separada.

Exemplos:

1-  Cubos de caldo de frango, pedaços de abóbora, espinafre picadinho, salsinha e cebolinha. Depois é só derreter o caldo e cozinhar a abóbora e temperar com as folhinhas. Amasse na textura correta para o seu bebê. Simples e prático!

2 – Cubos de carne, pedaços de batata doce, couve manteiga picadinha e tomilho. Derreta o caldo, cozinhe a batata, inclua a couve e o tomilho. Amasse com o garfo  e sirva!

É muito simples congelar os saquinhos de papinhas pré-prontas: é só congelar qualquer alimento assim que chegar da feira ou mercado, no caldo caseiro. Apenas limpe bem, seque e fracione da forma desejada. É uma ótima opção quando compramos maços muito grandes de verduras ou legumes, que perderemos na geladeira pela enorme quantidade. Além de barrar a perda de nutrientes com o congelamento você evita ainda mais o desperdício.

 

Últimas dicas:

– É importante resfriar o caldo para retirar a crosta de gordura que se forma em cima, e só depois envasá-lo.

– Não congele em potes de vidro, pois o caldo expande ao congelar e o vidro se quebra.

– Sempre resfrie para colocar em potes de plástico, por conta do bisfenol.

– Use formas de gelo de silicone, caso queira congelar os caldos em temperatura mais quente (por não conterem bisfenol).

– Diferente do que muitos pensam, o congelamento ainda é a melhor forma de conservar o alimento, pois ele barra a perda dos nutrientes.

– Utilize sempre as carnes mais próximas dos ossos, caso não encontre as opções que estão na receita. São mais saborosas e nutritivas para o seu bebê.

Espero que aproveitem bem as dicas e curtam bastante essa fase do seu bebê, que além de super importante para sua saúde, é recheada de descobertas. Afinal, comer é uma das melhores coisas da vida e você poderá apresentar essa boa nova para ele!

selo priscilla




Arquivado em: Alimentação Tags:

Comentários (3)

Trackback URL

  1. Lilian Jurjys Chahm Michelson disse:

    Simplesmente ameiii suas dicas!! Era exatamente isso que estava procurando!! Como organizar papinhas, suas combinações e esses caldos que não sabia como preparava!! Muito muito obrigada!!!

  2. Viviane disse:

    E o que eu faço com a carne e legumes q sobram?

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail