5 coisas que todo pai deveria ensinar à sua filha

Por 1 Comentário


Ser mãe de menina é ver, com o passar do tempo, um vínculo muito especial se formando entre pai e filha. Aqui em casa, até pouco tempo atrás, Catarina recorria a mim para tudo, absolutamente, e se recusava a tratar seus assuntos com outra pessoa (talvez você conheça essa fala: “não é a mamãe, não é a mamãe!”). Mas ela foi crescendo, e hoje vejo que o pai se transformou em um grande herói: forte, sabedor de muitas coisas (que nem mesmo a mãe sabe!), e dono de metade de seu coraçãozinho.

Outro dia, observando essa relação tão bonita, pensei em como ela é importante para criar algumas bases que uma menina levará para sempre dentro de si. Porque existem coisas que uma mãe pode até dizer, tentar mostrar, mas quando é o pai quem faz isso, tem um peso muito maior. Por isso, se você é pai de uma adorável menininha, por favor, não se esqueça de dizer a ela (e se você é mãe, deixe que o pai de sua filha saiba o seguinte):

pai dizer filha

1) Que ela é linda – e não importa o que os outros digam. Porque chegará o dia, lá pelos 12 ou 13 anos, quando a pequena não for mais criança (mas ainda longe de se tornar adulta), em que ela duvidará disso. Ao olhar no espelho, ela verá as espinhas nascendo, o corpo mudando (todo desengonçado, dando aquela sensação de que as coisas estão fora lo lugar), o aparelho nos dentes, e se achará a pessoa mais horrorosa do universo. E sempre (sempre!) aparece um infeliz para tirar sarro, fazendo com que ela se sinta pior ainda. Mas se você, pai, mostrar desde cedo o quanto ela é incrível e maravilhosa, por dentro e por fora, ela acreditará nisso, e crescerá muito mais confiante.

2) Que ela não precisa jogar futebol para que você a ame ao máximo. Porque ela poderá, um dia, se perguntar se você preferia ter um filho, ao invés de uma filha (e se você já tem, se gosta mais dele porque o acha mais parecido com você). Mas se você mostrar que vocês tem outros pontos de conexão, que gostam das mesmas músicas, das mesmas comidas, que curtem os mesmos lugares, ela verá que isso é uma grande bobagem. E se ela gostar de futebol, encoraje-a! Porque ela também pode gostar de bola, de carrinhos, e de tudo o que você chamava de coisa de menino.

3) Que ela pode ter o trabalho ou emprego que quiser – de enfermeira a piloto de avião! E que ela deverá ser valorizada no cargo que ocupar, pois não é justo que se sinta inferior apenas por ser mulher. Elogie-a quando ela fizer um trabalho bem feito, corrija-a quando ela errar (mas com carinho, porque mulheres só entendem essa linguagem, ok?) e incentive-a a fazer sempre melhor. E-X-A-T-A-M-E-N-T-E como você faria com um menino, porque quer vê-la preparada para a vida.

4) Que ela merece alguém que a valorize. Porque você a ama tanto, que não deixará que um qualquer a leve embora. E isso não tem nada a ver com dinheiro, profissão, ou status – o cara certo é aquele que fará de tudo para que ela seja feliz! É aquele que a apoiará em seus projetos pessoais, que a tratará de igual para igual, que a respeitará do primeiro ao último minuto do dia. E com quem ela poderá contar, quando seu velho pai não estiver mais por ali.

5) Que ela pode contar com você como seu grande amigo. Sim, quando sua filha crescer, você, pai, deixará de ser seu príncipe encantado. Você será visto como um ser humano – com todos os seus erros e acertos. Nessa hora, alguns desentendimentos serão comuns, mas é importante que ela saiba que você só lhe deseja o melhor. E que ela tem em você um grande amigo, o maior dos amigos! Mostre à sua pequena (porque você sempre a verá assim) que confia em suas decisões. E esteja perto para ampará-la, se algo der errado. Por fim, abrace-a e acalente-a, como você fazia desde o tempo em que era possível segurá-la na palma de sua mão.




Arquivado em: Papo de mãe Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Essa relação entre pai e filha é extremamente importante mesmo!
    Outro dia, ao fazer alguma pergunta e o papai responder muto bem (o que acontece frequentemente), a Amanda falou: “O papai parece o Google! Sabe tudo!”.
    Hahahahha! Não há elogio melhor, né? 🙂
    Beijos!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail