Deficientes visuais sentem seus filhos antes do nascimento por meio de impressão em 3D

Por 1 Comentário


Os exames de ultrassom são um dos momentos mais emocionantes da gravidez. Por meio deles, podemos acompanhar o desenvolvimento do bebê e observar seu rostinho, seus dedinhos, perninhas… É muito bom ver que o próprio filho está tomando forma, para, em pouco tempo, estar pronto para habitar o mundo que nos rodeia.

Infelizmente, gestantes que são deficientes visuais não conseguem vivenciar essa experiência por completo. Pensando nisso, uma conhecida marca de fraldas promoveu uma campanha bem bacana para transformar ultrassons em modelos 3D, por meio de impressoras especiais. Assim, as mães que participaram do projeto tiveram uma surpresa: elas puderam sentir os rostinhos dos seus filhos pela primeira vez, com os dedos. O resultado desse experimento é surpreendente e muito emocionante. Vem ver!

* Esse é um dos vídeos do projeto, no qual a mãe, Tatiana Guerra, de 30 anos (deficiente visual desde os 17), conhece o rosto de seu filho Murilo. Ah, e esse post não é um publieditorial – ele simplesmente tocou fundo meu coração, e eu tive vontade de compartilhá-lo com vocês. Aproveite o restinho da semana de Dia das Mães para abraçar muito seu filho!

conhecendo murilo

Tatiana conhecendo Murilo

conhecendo murilo 2

A impressão em 3D do rosto de Murilo, obtida a partir do ultrassom




Arquivado em: DiversãoGravidez Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Beatriz disse:

    Fenomenal! Sem palavras para as obras de Deus na vida dessa mãe. Linda história.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail