Meu filho tirou a fralda e parou de fazer cocô. E agora?

Por 20 Comentários


Hoje uma leitora do blog me mandou uma mensagem, pedindo ajuda para um caso difícil: ela já havia conseguido tirar a fralda do filho de 2 anos, mas, depois desse processo, ele começou a prender o cocô, e agora passava alguns dias sem evacuar. Quem é mãe sabe que isso é um grande desafio, porque, em geral, não basta conversar com o filhote. Ele fica ansioso, os pais também sofrem por não saberem como ajudar, e a situação se arrasta, às vezes por meses. Por isso achei que essa questão daria um post interessante, para as mães que estão passando pela mesma coisa.

menino que nao quer fazer coco

Com Catarina, eu não enfrentei essa dificuldade: o máximo que aconteceu foi uma demora de alguns dias (dois ou três) para que ela achasse natural fazer o cocô dentro do penico. Mas na minha família eu acompanhei o caso de uma criança que prendia o cocô (ficava alguns dias sem fazer, e quando fazia, não era no vaso, nem no penico – era num cantinho da sala). Por isso tenho algumas dicas para compartilhar:

– Em primeiro lugar, acho importantíssimo respeitar o tempo da criança para o desfralde. Às vezes, quando se apressa a criança para enfrentar um processo para o qual ela ainda não está preparada, ocorrem alguns probleminhas no caminho – o fato de prender o cocô pode ser um deles. Por isso, observe os sinais do seu filho e sinta o que sua intuição tem a dizer para determinar qual é o melhor momento para tirar a fralda (pessoas podem falar que você está fazendo muito rápido, ou demorando demais, mas o que vale mesmo é o conhecimento que você tem do seu filho).

– Quando estiver para iniciar o processo do desfralde, fale abertamente sobre o xixi e o cocô. É muito comum que as mães nunca tenham falado sobre isso com o filho, e, de repente, ele se vê perdido e sem saber como lidar com esses produtos do seu corpinho. Mostre que o cocô fica na fralda (pode ser que ele nunca tenha visto!), diga que em breve ele fará o vaso ou no penico, e que será bem divertido. Passe uma ideia positiva sobre o cocô, e não de que é algo nojento, ou sujo. Aqui em casa, por exemplo, nos primeiros meses de desfralde, era comum o “tchauzinho” para o cocô: Catarina adorava olhar enquanto ele ia embora com a descarga.

– Fique com seu filho no banheiro. Até então, seu filho não usava o vaso, nem o penico – por isso essa novidade pode gerar um certo receio no pequeno. Esteja ao seu lado, mostre que não há motivo para ter medo, e que isso é um processo normal. Deixe que ele entre no banheiro com você – assim ele perceberá que você também age da mesma forma!

– Modificações no meio da criança podem atrapalhar. Às vezes tudo vai indo bem com o desfralde, até que ocorre alguma mudança na vida do pequeno e ele para de fazer cocô. Isso é mais comum do que você imagina! Pode ser o nascimento de um irmãozinho, a mudança de residência, da professora da escola, a perda de alguém da família: esteja atenta e mostre ao seu filho que ele está seguro ao seu lado, e que não há motivo para temer o que mudou.

– Mas o que fazer para que ele volte a fazer cocô normalmente? A primeira coisa a fazer é conversar, de forma muito calma e sem colocar peso na situação. Não adianta bater, nem colocar de castigo – isso só costuma piorar a situação. Também não funciona falar mil vezes sobre o assunto (se você já disse algumas e percebeu que seu filho entendeu e não mudou de atitude, então parta para outra estratégia). Seu filho admira muito outra criança um pouco mais velha e que seja bastante próxima? Se houver intimidade, leve o filhote quando o primo/amiguinho for ao banheiro, e diga que ele conseguirá fazer o mesmo, pois está ficando um menino grande! Uma outra dica que funciona (e que foi a que resolveu o caso que acompanhei) é dar para seu filho um adesivo, a cada vez que ele conseguir fazer o cocô no penico ou no vaso. Leve-o para escolher os adesivos – assim você aumenta o desejo de ganhá-los. Depois de ganhar alguns selinhos (que o pequeno pode colar em seu quarto, ou no banheiro), ele tem direito a um presentinho (como criança é fácil de agradar, não precisa ser nada muito caro). Esse pode ser o empurrãozinho extra de que seu filho precisava para voltar a fazer cocô!

Se você já passou por esse desafio e tem uma dica para dar, deixe nos comentários! Tenho certeza de que isso ajudará muitas mães que passam pelo blog!




Arquivado em: Cuidados diáriosDesenvolvimento Tags:

Comentários (20)

Trackback URL

  1. Ge disse:

    Oi Nívea, eu passei por isso com meu filho.
    O desfralde do Leonardo foi um pouco tarde, com quase 3 anos.
    Eu em casa não conseguia nem deixar ele sem fralda, porque ele não queria tirar a fralda de jeito nenhum, chorava e não tinha jeito.
    Com a ajuda da professora na escolinha ele acabou aprendendo a ficar sem fralda e o desfralde do xixi acabou sendo muito tranquilo.
    Mas com o cocô acabou acontecendo esse problema, ele que era praticamente um reloginho começou a passar dias sem fazer cocô.

    Uma coisa que eu nem imaginava era que como o Leonardo já havia tido infecção urinária, ele não poderia passar dias com o intestino preso, pois pela proximidade entre intestino e bexiga, dias sem fazer cocô poderiam ajudar a infecção urinária se tornar recorrente.
    Então por recomendação da pediatra, o Leo começou a tomar lactulona e também acrescentei óleo mineral na mamadeira da manhã.
    Esses procedimentos duraram umas duas semanas para facilitar a saída do cocô e assim o Leonardo foi se acostumando com o fato de também ter que fazer cocô no vaso.

    Um outro motivo dele ficar com o intestino preso, foi por não ter paciência de parar o que estava fazendo e ficar sentado esperando o cocô sair, então comecei a levar brinquedos e livrinhos para o banheiro, assim o ficava distraindo e explicando que fazer cocô não era que nem fazer xixi, que tinha que esperar um pouquinho pro cocô sair e estimulava ele sempre fazer uma forcinha prá ver se tinha cocô toda vez que ele fazia xixi.

    Espero ter ajudado.
    Beijos.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Ge, tudo bem?

      Perfeito seu comentário, com muitas dicas para ajudar as mães que passam pela mesma situação 🙂

      Muito obrigada por compartilhar sua experiência!

      Grande beijo, para você e para o Leonardo,

      Nívea

    • Rafaéla disse:

      Oi Ge, estou passando pela mesma situação que vc. O meu filho também nao tem paciência de parar o que está fazendo para fazer cocô, e isso atrapalha muito, porém ja tentei com livrinhos e brinquedos, no começo dava certo mas ele enjoava rápido. Sendo assim continuo com este problema para ele fazer cocô, mas estou seguindo as dicas da Nívea e tenho fé que dará certo! Beijos
      Muito Obrigada á Nívea, por estar me ajudando nesta fase!

      • Nívea Salgado disse:

        Oi, Rafaéla,

        Muito bacana o comentário da Ge, legal saber que te ajudou também.

        E obrigada pelo carinho, fico feliz em saber que as dicas estão ajudando um pouquinho 🙂

        Grande beijo,

        Nívea

    • Marilene disse:

      Mamães eu estou passando com minha filha ela ja saiu das fraldas pede fazer xixi mais o coco que esta uma dificuldade pois ela prende pra não fazer acreditam? Alguém ja aconteceu isso, ela come frutas super bem, o coco não é ressecado e ela suga pra dentro pra ele não sair e acaba ficando um grude, e as calcinhas na maioria do dia todas sujas de coco, tem alguma mamãe enfrentando isso? Já não sei mais o que fazer, pois ela não senta no vaso, ela quer fazer o coco somente em pé,e não deixa ele sair, acaba so sujando a calcinha… Aguardo ajuda de mamães.

      • ingryd disse:

        oi marilene, estou passsando pela mesma situação, o miguel sente vontade quase que o dia todo mas ele hesita em fazer, teve um dia que dei laxante, coloquei o supositorio e mesmo assim ele conseguiu prender, tem sido dias dificeis.
        depois disso todos os dias tenho dado oleo mineral, ja coloquei em um dia dois supositorios e ele ainda faz de tudo pra nao deixar sair.
        ele tem uma alimentação boa, come de tudo, mas nao quer
        nao é ressecado

      • Livia disse:

        Oi Marilene,
        Estava procurando ajuda pro meu filho e qdo li seu comentário, parecia que estava lendo sobre ele, é exatamente isso que ele faz… qual foi a solucao que vc encontrou? Eu já tentei de tudo, agora só de sentar ele no vaso ele chora copiosamente… eu acabo chorando junto. .. se puder me ajudar.
        Obrigada

        • Raffaela disse:

          Meninas por favor. Li o relato de vocês e estou na mesma situação. Meu filho tem 2 anos e 9 meses. Desfraldou só mas de uns 2 meses pra ca prendeu o coco. Agora so com supositório, mas ele segura. De uma semana pra ca , as cuecas ficam todas sujas, o fato dele sentar pra fazer xixi da um desespero tao grande nele, que ele chora, sua frio, pede socorro com medo do coco sair. Vocês conseguiram ajudar de alguma forma? Tiveram sucesso? Por favor, se puderem relatar…aqui em casa estamos desolados com o sofrimento dele. Obrigada!

    • adriana disse:

      MEU FILHO ESTA ASSIM E ELE JA TEM 5ANOS E MEIO ELE ESTA FICANDO ATE 5 DIAS SEM FAZER

  2. Joelma disse:

    olá estou tendo uma pequena dificuldade com minha filha de 2 anos e 10 meses.
    Tirei a fralda a algum tempo, ela pede e faz xixi no vaso, mas na hora do coco só faz se for na fralda.
    Já tentei várias coisas, mas até agora nada…
    É normal isso nas crianças?
    Tem alguma sugestão para me ajudar?
    Obrigada Beijos!

  3. Paula disse:

    Boa noite, já não sei o que fazer as vezes até choro, a minha filha tem 3 anis e 3 meses, já nãos usa fralda nem pra dormir,pede pra fazer xixi normal mais o cocô ela não faz a não ser na fralda, tem vez que dica até 4 dias sem fazer aí vem o sentimento de mãe que fala mais alto porque ela começa a passar mal barriga fica muito inchada, coloco a fralda passa 5 minutos ela faz muito cocô, por favor me ajude me de dica onde estou errando pois já tentei de tudo . obrigada

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Paula,
      Já tentou combinar com ela um esquema de prêmio, se ela conseguir fazer cocô no vaso? A cada dia você dá um adesivo a ela, e depois de alguns dias (5, por exemplo), ela ganha um presentinho por ter conseguido. Tente e me fale!
      Bjs!

  4. Leila disse:

    Estou passando por isso pela segunda vez!! em fevereiro/2015, Davi tinha 2 anos e 2 meses e resolveu que queria fazer xixi no banheiro pois via os amigos da escola fazendo. Fazia xixi super certinho, mas o coco ele começou a trancar, ficava 2 dias, depois 3, 4, 5… até que ficou 6 dias e me desesperei, não adiantava nem colocar fralda, ele não fazia! liguei pra médica dele e ela disse pra usar supositório de glicerina, assim eu fiz e nada, depois a médica disse pra usar o minilax (tipo um supositório líquido que vem numa bisnaga com bico aplicador), usei 1 e nada, usei outro e ele gritava, pq aí sentia vontade de fazer coco mas o bolo fecal acumulado não deixava. Fomos parar num hospital, ele fez lavagem, sofrei, chorou, gritou, foi horrível! Desde então estou tratando ele com uma gastropediatra, usa um remédio manipulado (POLIETILENOGLICOL) todos os dias na mamadeira da manhã, aí o coco não endurece e ele não consegue trancar. Começamos com 10 gramas do remédio e fomos diminuindo, agora no início de dezembro ele começou a tomar 4 gramas, e junto com isso ele passou a não querer mais usar fralda, começou tudo de novo . Hoje faz 6 dias que ele não faz coco, usei remédio dobrado por 2 dias e nada dele fazer, hj (por orientação da médica) quintupliquei a dose do remédio e estamos esperando ele fazer. Estou desesperada!!!

  5. raissa disse:

    Marilene passo pelo mesmo problema com minha filha! Já não sei o que fazer! Já conseguiu resolver seu problema? Me dá uma luz?? Um abraço.

  6. Maria Alice Dias disse:

    Estou desesperada. Quero marcar um psicólogo para me ajudar,. Ele se recusa a fazer cocô e fica sujando a cueca.Ele está prestes a completar 4 anos. Por favor, me ajudem.

    • Equipe disse:

      Olá, Maria Alice. Tudo bem?

      Converse com o pediatra e se vocês acharem que a ajuda de um psicólogo será bem-vinda, procure um profissional e peça ajuda.

      Boa sorte com o pequeno!

      Beijos

    • Vanessa disse:

      Oi Maria Alice, eu tive esse mesmo problema com meu filho, ele fazia direitinho, e do nada, começou a se comportar assim, nada adiantava, levei no psicólogo infantil e três sessões depois ele parou com o problema, no caso dele resolveu definitivo, não custa tentar! Hj o meu tem 7 anos e estou passando pelo problema de segurar o coco com minha filha de 1a e 9m, q resolveu q não queria mais a fralda por conta própria. Bjs e boa sorte!

  7. Kemely Felice disse:

    Boa noite. Minha filha tem 3 anos e 6 meses e sofre de constipação. Sempre precisei fazer Fleet enema nela. E cuido da alimentação desde pequena. Fazem uns 4 dias que precisei ir no hospital novamente. Agora ela tá com medo de evacuar. Tentei de tudo e nada. Não sei o que fazer. Pensei na psicologa. Me ajudem?

  8. Vanessa disse:

    Bom dia.

    Minha filha tem 4 anos e está passando por essa situação. Na verdade ela começou a apresentar esse quadro quando estava com 3 anos. No inicio foi um estresse para mim, porque não sabia como fazer e eu sabia que ela queria pporque via ela fazendo mais força para prender do que para soltar. Conversei com o pediatra dela, que passou um laxante para aplicar e um calmante natural por alguns dias para relaxar ela na hora de fazer. Deu certo. Quando foi esse mês voltou tudo novamente aff…, descobri que ela tem medo, porque as fezes saem grossa e acaba machucando e por isso ela esta com medo de novo. Minha filha não gosta de frutas e nem sucos, balanceio a alimentação dela com muitas verduras e vegetais rico em fibras e agora parti para o arroz integral para ver se ajuda as fezes ficarem mais finas ou pastosas. Mas essa situação realmente é muito estressante para os pais e para a criança.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail