Enxaguatório bucal: como ele pode ajudar na saúde bucal da família

Por 0 Comentários


Uma dúvida frequente que recebo das leitoras do Mil Dicas de Mãe diz respeito ao uso de enxaguatórios bucais. Você sabe para que servem? Como eles podem ajudar na saúde bucal da sua família? Pois no post de hoje eu falo mais sobre isso – afinal, como vocês sabem, eu sou dentista!

Os enxaguatórios bucais são aquelas substâncias formuladas para bochechos e que atuam de diversas formas sobre os dentes e outras partes da boca, dependendo de sua composição. Há, por exemplo, os enxaguatórios com função antisséptica, que ajudam na redução dos micro-organismos orais (inclusive daqueles causadores de cárie dental, doenças da gengiva e mau hálito). Há também aqueles à base de flúor, que têm como principal função a prevenção da desmineralização do dente (e que, por isso, diminuem a ocorrência da cárie). E, mais recentemente, foram lançados produtos com agentes branqueadores, para aqueles dias em que você quer um sorriso bem bacana e branquinho.

sorriso familia

Como profissional da saúde bucal indico enxaguatórios a partir dos 6 anos – idade em que nossos filhos já entendem que precisam cuspir todo o produto. A ingestão de enxaguatório com flúor por crianças menores pode levar a um problema conhecido como fluorose – nela, os dentes permanentes já nascem manchados e porosos, e permanecem assim por toda a vida.

Depois dessa idade, os enxaguatórios bucais podem ser grandes auxiliares na saúde bucal da família. Quer ver alguns exemplos que aprendi ao longo da minha carreira?

Quando seu filho começa a trocar os dentes (o que também acontece aos 6 anos). Nessa situação, normalmente a criança não consegue escovar muito bem o dentinho que está chegando e o enxaguatório diminui a quantidade de bactérias da boca, evitando que elas se concentrem justamente onde a escova não consegue alcançar.

– Na fase em que a criança ou o adolescente está usando aparelho ortodôntico fixo. Se a higiene bucal não for muito bem realizada, há risco de ocorrer cárie ao redor e embaixo daqueles “quadradinhos” que são colados no dente. Nesse caso, o uso de um enxaguatório à base de flúor é uma grande ajuda para prevenir o problema.

Quando seu filho, você ou seu marido não estão conseguindo escovar os dentes com 100% com capricho. Já atendi várias crianças com o braço de escrita quebrado e sei que o uso da outra mão para a escovação não é a mesma coisa!

– Em uma idade mais avançada, quando há retração da gengiva. Esse problema expõe uma região do dente mais sensível e com maior propensão à cárie.

Ou seja, os enxaguatórios podem fazer parte dos cuidados com a boca desde a infância até a idade adulta. E foi exatamente para mostrar essa ideia e contar uma novidade, que um personagem muito famoso voltou: O Bond Boca! Vocês se lembram dele? O “galã” de Cepacol agora tem esposa (Dona Bond Boca) e um casal de filhos: Bela, a adolescente que usa aparelho, e o pequeno Bond Boquinha. E a própria Dona Bond Boca vai explicar para você essas mudanças (veja aqui).

Cepacol mudou e está muito mais moderno. Com uma linha com 7 tipos de enxaguatórios bucais, que contempla os três tipos principais de produtos que citei (com função antisséptica, com flúor e para branqueamento). A seguir eu mostro toda a linha – alguns eu tenho aqui em casa:

cepacol

Se você quiser conhecer todos os detalhes da linha de enxaguatórios de Cepacol, clique aqui. E não se esqueça de que prevenir os problemas bucais é um grande ganho para a saúde de sua família – fazendo tudo direitinho, estamos propiciando à geração de nossos filhos menos cáries.

#FamíliaBondBoca #Cepacol

selo




Arquivado em: Publieditorial Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail