Kidzania: novo passeio onde as crianças podem “trabalhar” no que quiserem!

Por 2 Comentários


As leitoras que me acompanham pelo Instagram e pela fan page no Facebook já sabem: eu eu Catarina fomos à Kidzania nessa semana. O passeio é tão, mas tão bacana, que eu não poderia deixar de falar sobre ele aqui no blog! Para quem ainda não conhece a ideia, eu explico: a Kidzania é um espaço de educação e entretenimento, destinado às crianças entre 4 e 14 anos. Lá, elas podem aprender a ser o que quiserem: um jornalista, um médico, um carteiro, ou até um pizzaiolo!

Logo que você chega à entrada da Kidzania, percebe que o local é muito diferente: você tem a impressão de que está fazendo o check-in em um aeroporto – realmente é como se sua família fosse embarcar em uma grande aventura! Desde o primeiro contato, percebi que os funcionários do local são instruídos para fazer com que a criança seja ativa, independente e livre para escolher o que deseja fazer. E como eles se sentem importantes! Catarina me olhava com aquela carinha feliz e séria ao mesmo tempo, de quem está prestando muita atenção ao que lhe falavam.

kidzania-1

Assim que você entra no espaço, deve ir ao banco para fazer a troca do bilhete de entrada por dinheiro da Kidzania, os Kidzos (procurando na internet, descobri que as notas brasileiras têm os mesmos desenhos das notas de outros países que têm a atração. Muito bacana!). Mas se você acha que, como sempre, é você quem irá ao caixa, se engana: daí para frente, é o filhote quem terá que se virar! Como todos os outros pais, fiquei do lado de fora da agência bancária (uma réplica de uma agência convencional, só que em miniatura!). E Catarina foi lá, uma fofa, e fez tudo direitinho! Voltou com as notas para gastar (é legal saber que a criança pode optar por um cartão de crédito, onde coloca os créditos de seus Kidzos).

Mas onde, afinal, seu filho vai gastar os Kidzos? Como em uma pequena cidade, há serviços que podem ser comprados com eles. Seu filho pode experimentar o que é ir a uma barbearia (tinha um menininho “fazendo a barba”, todo cheio de creme no rostinho, e se divertindo à beça!), a um cabeleireiro, ao teatro… E também pode “pagar” para participar de algumas atividades (nessas, pelo que percebi, a criança leva algo para casa – foi o caso da fábrica de chocolates, onde Catarina aprendeu o processo de fabricação, ajudou a colocar o chocolate derretido na forma, esperou esfriar e depois embalou. E aí trouxe a caixinha de Língua de Gato para casa! Uma delícia!).

Na fábrica de chocolate

Na fábrica de chocolate

Na entrada de cada atividade, há a recomendação de idade: boa parte é liberada para os pequenos de quatro anos, mas algumas outras apenas para os maiores de seis (como a redação de jornal, ou a rádio da cidade, onde os pequenos participam de um programa. O máximo!). Uma das mais disputadas é o Corpo de Bombeiros (em determinado momento, eles simulam que um prédio está pegando fogo e os pequeninos entram no mini carro vermelho para chegar ao local. E apagam o “fogo” com esguichos!). Outra é o Centro de pilotagem de aviões (da próxima vez que formos à Kidzania, Catarina disse que vai experimentar – felizmente um dos pais pode acompanhar!).

Serviço de entrega do Kidzania - os carteiros são as crianças

Serviço de entrega do Kidzania – os carteiros são as crianças

O jornal

O jornal

A rádio

A rádio

O carro do Corpo de Bombeiros e a ambulância

O carro do Corpo de Bombeiros e a ambulância

E o que Catarina escolheu ser? Primeiro, foi a uma joalheria (só rindo!), e fez uma pulseira com miçangas coloridas. Em seguida, brincou de ser modelo. Depois foi ajudar no berçário, e foi a parte que ela mais curtiu! Trocou os bebês na maternidade, embalou, colocou para dormir… A pequena só não gostou de ser médica socorrista (estava adorando o passeio de ambulância, até que percebeu que precisaria cuidar de um “ferido”. Aí não quis mais brincar – mas até nesse caso achei a experiência super válida, afinal, é importante também saber o que não se quer ser, não é verdade?).

Fazendo a pulseira na joalheria

Fazendo a pulseira na joalheria

Brincando de ser modelo

Brincando de ser modelo

No berçário

No berçário

No berçário

No berçário

kidzania-6

Recomendo que você vá com bastante tempo, para gastar horas lá dentro. Acredito que fizemos apenas um décimo do que é possível fazer, nas duas horas em que ficamos lá. É o tipo do passeio para repetir muitas vezes (nós já estamos planejando a próxima!). Se, ao final, seu filho não tiver gasto todos os Kidzos (porque a cada atividade completada ele ganha mais dinheirinho), guarde para que ele use na visita seguinte.

Kidzaniahttp://saopaulo.kidzania.com
Local: Shopping Eldorado (segundo subsolo) – São Paulo
Horários: há dois turnos – das 9h às 14h e das 15h às 20h (o encerramento de algumas atividades ocorre 30 minutos antes do fim do turno). Funciona todos os dias.
Telefone: 11 3995-4500
Entrada (preços de fevereiro de 2015): não é barata, mas vale cada centavo.
Adultos – R$50,00
Crianças – R$100,00 (primeiro turno) ou R$120,00 (segundo turno).




Arquivado em: DiversãoPasseios Tags:

Comentários (2)

Trackback URL

  1. Que idéia maravilhosa, amei tudo…. Espero levar minha pequena um dia, quando eu for à São Paulo.

  2. Carolina disse:

    Olá, estou fazendo TCC sobre a KidZania e preciso saber um pouco da experiência de pais que visitaram o parque. Você pode responder essa pesquisa de satisfação? Vai ajudar muitooo. Obrigada!

    http://goo.gl/forms/3P32sn8QMm

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail