Queimaduras em crianças: como tratar e prevenir

Por 7 Comentários


Outro dia, uma amiga me telefonou aos prantos: ela estava passando roupa quando, em questão de segundos, seu filho colocou a mão no ferro de passar. A queimadura foi feia: na hora, uma enorme bolha se formou e ela não sabia se deveria tirá-la ou não. Acabei dando as recomendações de primeiros-socorros à distância e o menininho ficou bem. Mas o susto foi enorme!

ferro queimadura

No caso das queimaduras, um milésimo de segundo pode ser suficiente para um acidente gravíssimo. Por isso, é importante se ter em mente quais são os locais da casa que mais oferecem perigo, para que você sempre esteja alerta. Também é fundamental saber o que fazer nessas situações – a atitude errada pode piorar as lesões. Assim, no post de hoje, eu conto o que fazer caso um dia seu filho ou você mesma se queime, como tratar as queimaduras e como preveni-las. Vem ver e compartilhe com outras mães amigas!

Como saber qual é a gravidade da queimadura?

As queimaduras podem afetar não apenas a pele, mas também os olhos, os pelos, os cabelos, os músculos… A gravidade depende tanto da extensão da queimadura, quanto da profundidade (ou seja, da área lesada e do nível das camadas de pele atingidas). As queimaduras normalmente são classificadas com relação ao seu grau: as de primeiro são mais superficiais: costumam causar vermelhidão, algum inchaço e um pouco de dor, sem maiores complicações. A pele pode escurecer um pouquinho, mas depois volta ao normal – não tem bolha, nem feridas aparentes. Já as queimaduras de segundo grau são um pouco mais sérias: podem surgir bolhas e a pele pode se desprender, porque a derme e a epiderme foram afetadas de maneira mais drástica. Tanto é, que podem sobrar cicatrizes ou manchas mais claras, mesmo após o processo de cicatrização do tecido, que é mais lento do que nas queimaduras de primeiro grau. As mais graves, as queimaduras de terceiro grau, são aquelas que comprometem todas camadas da pele e algumas vezes chegam aos ossos. Ao contrário do que se pensa, esse tipo de queimadura não é a que mais dói, porque a lesão é tão profunda que compromete a sensibilidade. A pele fica esbranquiçada ou muito escura, com aspecto carbonizado. Na cicatrização, essas queimaduras deixam marcas, e pode ser necessária a intervenção cirúrgica.

Meu filho se queimou. E agora, o que faço?

A primeira coisa é agir rápido, colocando a área afetada embaixo de água corrente fria durante pelo menos uns 10 minutos, para impedir que sucessivas camadas da pele continuem sendo afetadas – exceto no caso de queimaduras por agentes químicos, quando o contato com a água pode agravar a situação. Não coloque gelo – porque pode piorar a lesão -, nem cremes, pomadas, pó-de-café, manteiga, pasta de dente: tudo isso pode causar uma bela infecção e não vai ajudar.

Leve a criança ao hospital imediatamente se:

– o diâmetro da queimadura for maior do que o seu polegar;

– as áreas afetadas incluírem o rosto, o couro cabelo, os olhos, as articulações e os órgãos genitais;

– a causa for choque elétrico, fogo ou substância química.

Como tratar das queimaduras em casa?

Você pode dar analgésicos, como paracetamol e ibuprofeno, para aliviar a dor. Nunca estoure as bolhas: elas servem de proteção contra a entrada de bactérias. Se elas estourarem sozinhas, pode ser que seja necessário passar alguma pomada antibacteriana (mas sempre com recomendação expressa do médico). Caso a queimadura apresente inchaço exagerado, pus, mal cheiro ou a criança fique com febre, também é preciso receber atendimento, porque pode ser sinal de infecção.

Como posso evitar acidentes com queimaduras?

As queimaduras podem ocorrer não apenas pelo contato com superfícies e substâncias muito quentes: agentes químicos, como os presentes em alguns produtos de limpeza, choques elétricos e excesso de sol também podem fazer um estrago. Por isso, é preciso estar sempre antenado e tomar algumas providências simples:

– Mantenha as crianças longe do fogão ligado. Coloque os cabos das panelas virados para dentro e não deixe os pequenos ficarem zanzando ao redor do forno aquecido – se as mãozinhas encostarem na porta, não vai ser legal.

– Mantenha tomadas sempre com proteção e evite deixar extensões ao alcance dos dedinhos ágeis. Fios bem encampados também evitam muitos acidentes.

– Verifique a temperatura da água da banheira antes de colocar seu filhote no banho. O ideal é por volta dos 37°C.

– Sol só antes das 10h e depois das 16h e sempre com protetor solar (não esqueça de repassá-lo sempre), chapéu e óculos escuros.

– Produtos químicos, como os usados para limpeza e principalmente o álcool, que é superinflamável, devem ser mantidos bem longe do alcance das crianças. Guarde-os em um local bem alto e trancados. Produtos muito perigosos, como soda cáustica, não devem ser armazenados em casa.

– Velas acesas, chapinha de cabelo, ferro de passar roupa e até lâmpadas de abajur (que podem superaquecer), devem ficar bem longe do alcance das crianças.

– Toalhas de mesa podem ser um perigo, principalmente para as crianças que estão aprendendo a andar e se agarram em tudo. Por isso, nunca deixe vasos, panelas quentes, travessas ou pratos muito próximos às bordas da mesa. Quanto mais ao centro, mais difícil de cair, caso a criança puxe a toalha.

– Nunca coma, nem beba coisas quentes com seu filho no colo. Ele pode se mexer, ou você se descuidar, e os dois acabam se queimando.




Arquivado em: Cuidados diáriosSaúde Tags:

Comentários (7)

Trackback URL

  1. Tayana disse:

    Minha pequena de 1 ano e 3 meses, acabou se queimando no ferro de passar roupas, deixei em um canto e estava atenta aos movimentos dela, um segundo distração foi o suficiente para colocar todos em pânico. O grito de dor ensurdecedor despertou todos da casa, e qdo dei por mim estava ela com a maozinha esquerda fechada completamente vermelha e corri para coloca-la na agua corrente fria, que estava bem fria mesmo, pq o tempo estava frito tbm, por alguns minutos, mais que não evitaram as bolhas nos dedos e palma da mão! Ela chorou por quase uma hora até q sequei bem seco e pus uma pomada com o curativo de maneira que só evitasse q retirasse toda a pomada. E estou pedindo a Deus que não estoure as bolhas…

  2. Carminha silva disse:

    Meu filho encostou na panela e queimou o braço. Ontem estava muito vermelho e hj amanheceu uma bolha enorme e ele brincando ela estourou. O que devo passar?

  3. Tainara disse:

    Meu filho tem 5 ANOS e queimou TODO o rosto e o pescoço, queimadura de 1˚ Grau e 2˚ Grau. Hoje ta muito feio estou desesperada porque não sei o que fazer para não ficar cicatriz, me ajudem ele ta internado, mas depois que ele sair do hospital e tiver “sarado” o que eu uso pra ele voltar ao normal, ME SOCORRE POR FAVOR.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Tainara,

      No caso do seu filho, que é mais severo, os próprios médicos do hospital deverão dar as recomendações o tratamento a ser feito depois que ele for para casa. Não saia do hospital sem isso, ok?

      Abraços, que seu filho melhore logo!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail