Campanha do bem

Por 4 Comentários


Há cerca de um mês eu recebi o contato da Brandili, conhecida marca de roupas infantis. O motivo: eles gostariam que eu indicasse uma instituição que receberia roupas, em uma campanha de doação que estavam promovendo (detalhe: esse texto não é um publieditorial, ok?).

Achei muito legal a campanha e indiquei as Casas André Luiz, uma das instituições beneficentes mais respeitadas de São Paulo. Lá são atendidas cerca de 1.600 pessoas com deficiência intelectual em regime de internato e mais 1.000 em regime ambulatorial. Imaginei que eles receberiam algumas dezenas de roupas e fiquei feliz com isso.

Nessa semana, eu recebi o feedback da campanha, e fiquei muito emocionada. Em uma carta, as Casas André Luiz agradeciam pelas 252 peças de roupa novinhas que receberam da Brandili (vestidos, conjuntos, camisetas, casacos, blusas, calças, que gostoso!). E para que pudéssemos compartilhar dessa alegria, enviaram fotos das crianças com os presentes.

Precisamos de outras ações como essa. Obrigada, Brandili, pelo exemplo.

brandili 1 brandili 2 brandili 3 brandili 4 brandili 5




Arquivado em: NovidadesRoupas Tags:

Comentários (4)

Trackback URL

  1. Gisa Hangai disse:

    Que maravilha Nívea! E a alegria da criançada? Que outras marcas possam se inspirar para realizar ações como essa. Parabéns Nívea! Parabéns Brandili!

  2. Anna Carolina disse:

    Olá, compartilho da alegria em receber notícias como esta mas, vale reforçar que, só doações materiais não bastam. Existem dezenas de abrigos (lares provisórios para crianças que aguardam decisões judiciais sobre adoção ou retorno para suas famílias) que precisam de voluntários para doarem tempo e amor. Tarefas simples como embalar bebês, ajudar a dar o jantar, brincar aos finais de semana. Deixo aqui uma sugestão para você, realizar um post sobre opções de atuação voluntária para mães. Eu sou voluntárias em um abrigo e, meu filho de 2 anos vai comigo lá sempre. Quero que ele cresça sabendo também compartilhar o amor que ele recebe. Um abraço.

  3. Bruna Barbalho disse:

    Poxa….fico tão feliz de ver ações como esta…..Parabéns a Brandili pela iniciativa. Concordo plenamente com o post acima (Anna Carolina). Também trabalho com algumas instituições em minha cidade e vejo que a maior carência destas crianças é o amor. Precisam de contato, de abraço, de carinho. Faça um post bem legal sobre esta questão. Estou à disposição também para contribuir com o mesmo. Também levo meus 2 filhos nas ações que trabalho (menino de 4 e menina de 2 anos). Ensiná-los a compartilhar, sobretudo o amor, é muito importante.

  4. Nívea Salgado disse:

    Oi, meninas.

    Concordo com vocês que já várias formas de ajuda possíveis. Dedicar o tempo, a atenção, o carinho é tão importante quanto destinar dinheiro ou doações materiais (porque sem elas essas instituições também não sobrevivem, não é mesmo?).

    Sugestão mais do que anotada, para fazer um post sobre opções de voluntariado para mães. E conto com a ajuda de vocês para fazer esse post, combinado? Certamente poderão me ajudar muito!

    Bjs

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail