Troninho e redutor de assento: o que avaliar na hora de comprar

Por 0 Comentários


Como contei no post sobre desfralde, achei válida a experiência de começar a retirada das fraldas de minha filha Catarina usando um troninho, para em um segundo momento passar para o redutor de vaso sanitário. Por isso, para as mães que estão iniciando esse processo, recomendo a compra de ambos os acessórios. Há muitas opções de troninho e redutor de assento no mercado, dos mais simples (e baratos), até os musicais ou 3 em 1 (que servem como peniquinho, adaptador no vaso e banquinho para que a criança alcance a pia).

Uma das características que considero muito importante na escolha do troninho é a possibilidade de remoção do recipiente que coleta o xixi para facilitar a limpeza. Lavar o acessório inteiro, quando não há um recipiente removível, é muito mais difícil do que simplesmente retirar o fundo do troninho para a lavagem. Repare também se a parte da frente do orifício do troninho é ligeiramente mais alta do que a parte posterior, para evitar respingos de urina para fora do acessório, especialmente nos meninos. Se seu filho for do tipo que não pára quieto um segundo (e seria impossível fazê-lo esperar sentadinho até que o xixi saia), pode ser interessante comprar um modelo musical. Afinal, motivar a criança facilita bastante qualquer processo de aprendizagem, e com o desfralde não é diferente.

O uso de um redutor de assento com o personagem preferido do filhote também segue essa linha da motivação. Se você optar por iniciar o desfralde já em um redutor, pode ser interessante escolher um modelo com alças laterais, para que o filhote sinta maior segurança por ter onde segurar. Não se esqueça de comprar também um banquinho (ou escolha um modelo com escadinha!), que facilita o acesso ao vaso e serve como ponto de apoio para que o filhote consiga fazer força na hora do cocô.

A seguir, selecionamos diferentes modelos de troninhos e redutores de assento. Escolha o que melhor se adapta ao seu filhote!




Arquivado em: ComprasCuidados diários Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail