A (difícil) rotina na hora de dormir

Por 12 Comentários


Desde que seu filhote nasceu, você leu livros que falam da importância da rotina, ouviu de sua mãe que filho tem que ter horário para comer e para dormir e tentou aplicar isso na sua família. Mas cá entre nós: na prática, essa história de seguir sempre os mesmos passos diariamente não é tão fácil assim, principalmente se o pequeno já tem idade suficiente para “discutir” o assunto. Se vocês me perguntarem se eu gosto da ideia de estabelecer uma rotina para os filhos, vou dizer que sim (isso, claro, considerando que você não tem mais um recém-nascido; porque nos primeiros meses eu considero que muito mais importante do que se deixar levar pelo relógio, é acolher bem o pequenino, concentrar-se na amamentação e tentar tranquilizar o bebê de alguma forma, nos momentos de choro). E, em parte, minha filha concorda comigo (vejam bem, só em parte!).

dormir

Aqui em casa, Catarina gosta de uma certa rotina diária. Sinto que ela se sente segura sabendo que todos os dias quando levanta é só chamar que mamãe levanta, que mamãe sai para trabalhar mas volta a tempo de passar a tarde com ela, que o almoço e o jantar são servidos no mesmo pratinho, que papai brinca com ela quando chega em casa na hora do jantar. Tente dar a comida em outro prato ou dizer que ela não comerá pera de sobremesa (assim como ontem, anteontem, e no dia anterior a esse também) e prepare-se para ouvir um sonoro NÃO! Mas basta que cheguemos ao capítulo sono, que a opinião da pequena sobre a rotina muda bastante! Começa uma queda de braço que dura em média quarenta minutos todos os dias, quando mamãe a vence no grito: “chega, filha, é hora de dormir e ponto final”. Aí, em questão de poucos minutos (menos de inacreditáveis cinco minutos!), Catarina chega ao maravilhoso mundo dos sonhos.

E aí vocês me perguntam: mas você não faz tudo sempre todos os dias, para que ela perceba que é hora de ir para cama? Sim, faço. Colocamos a fralda (que ela ainda usa para dormir), o pijama, escovamos os dentes, ela toma a mamadeira no meu colo (já no escuro) e vai para o berço. E aí começa a luta: “mamãe, quero história da bolinha” (e lá vai mamãe contar pela enésima vez a história que inventou da bolinha amarela que virou o sol), “mamãe, quero a história da princesa” (“ok, filha, é a última que conto hoje, depois você dorme!”), “mamãe, agora canta a música da estrelinha?” (“filha, é hora de dormir, vamos ficar quietinhas?”), “lá, lá, lá… lá, lá, lá” (se mamãe não canta a música, a filhinha canta), até que chegamos ao derradeiro grito de “dorme, Catarina!”. E então a paz se faz em minha casa.

Vejam bem, apesar de tudo isso, a rotina na hora de dormir já melhorou horrores. Porque antes eu chegava a levar mais de uma hora para colocar a pequena na cama. E aqui eu compartilho com vocês o que aprendi sobre como colocar um bebê de dois anos para dormir:

* Há bebês que definitivamente lutam para não dormir. Se esse é o caso do seu filho, primeiro você senta e chora. Depois você entende que se não for firme, não vai sair do lugar.

* Evite contato visual (nem que para isso apague todas as luzes). Senão começa a sessão gracinha: o bebê pula no berço, manda beijinho, faz careta… E assim você passará mais de uma hora ao lado do berço.

* Em geral dormir com a mamãe é muito mais demorado do que dormir com papai, vovó, titia… Então se puder delegar a função, não pense duas vezes.

* Remova as desculpas para o bebê prolongar o processo. Aqui era só Catarina deitar no berço que falava: “xixi!”. E como estávamos em fase de desfralde diurno, eu a levava ao banheiro, para não incentivá-la a fazer na fralda. Atualmente, antes do pijama, sempre há uma paradinha para esvaziar a bexiga.

* Coloque limite: no meu caso, são duas histórias e pronto (olha como sou legal, ainda dou a segunda de canja)! Do contrário, certamente eu contaria umas dez por noite, sob os aplausos da pequena (vocês já viram um bebê que aplaude as historinhas da hora de dormir? Pois é, essa é a minha filha!)

* Considere dormir junto: se você se sentir à vontade com a ideia da cama compartilhada, essa pode ser uma saída. Nesse caso provavelmente você terá que dormir no mesmo horário do bebê, pois é justamente por saber que o movimento da casa acabou que ele se renderá ao sono.

E com seu filhote, como é a rotina na hora de dormir? Alguma dica de como acelerar o processo? Espero seu comentário!




Arquivado em: ComportamentoSono do bebê Tags:

Comentários (12)

Trackback URL

  1. Daniela disse:

    Depressão me define.

    Eu sempre fui de regras, chuchu, sempre. A Laura dormia militarmente às 19:30 e acordava às 7h, dos 3 meses aos 13.
    Depois disso, fóim, fóim, fóim. Sinto que cheguei ao fundo do poço com essa história, pq dormir no mesmo horário que ela é gostoso (já que eu descanso), mas eu perco toda a minha vida de mulher e ser-humano, mesmo que marido não esteja em casa (viajando a trabalho por semanas a fio), eu preciso do meu tempo de assistir tv, entrar na internet, fazer minhas coisas. Dormir com ela é o fim da picada e é a única coisa que hoje eu consigo fazer.
    Preciso mudar essa questão. E preciso mudar djá!

    Ontem eu a coloquei para dormir às 22:20, e eu dormi junto, é claro, pq já estava tarde.

    Como ela está dormindo na minha cama, eu vou tentar colocá-la para dormir antes, às 21h e sobreviver (sem dormir) para assistir tv depois ou fazer algo sozinha.

    Veremos.

    Beijos grandes!

  2. alicia disse:

    caos total!
    aqui sempre foi problema,tento fazer uma rotina mas dormir aqui é um problema,coloco ela pra dormir as 21:30 e tem dias q ela demora umas 2 horas pra dormir mesmo no escuro,e vc tem razão com meu marido ela dorme em 5 minutos,pena q ele trabalhe a noite então sobra pra mim esta batalha toda noite!
    bjs

    • Nívea Salgado disse:

      Pois é, Alicia, aqui em casa eu também fico com essa árdua tarefa, justamente porque meu marido também trabalha em muitas noites. Mas vamos em frente, que tduo passa! E apesar do caos, eles são uns fofos, não é mesmo? Um grande bj!

  3. Cintia disse:

    Queridas,
    o meu drama é muito sério! Tenho uma filhinha de 2 anos e 11 meses e ela começou a dormir mais cedo depois de entrar para a escola. Porém, aida sofro com ela acordando nas madrugadas para mamar pois como ela come pouco no jantar ela sente fome! tem noites que acordo mais de 1 vez para dar mamadeira! E não adianta tentar enganá-la com água, como a dentista dela me ensinou, porque aí que ela desperta mesmo e a choradeira é geral. prefiro dar o leite logo, daí ela dorme e eu também!
    Acreditem, quando a rotina da escola começa melhora, eu não acreditava que isso seria possível, mas é!

    Abraços a todas!

  4. Marcia Regina Terroso D'Angelo disse:

    Comentários pertinente !!

  5. Tenho uma bebê de quase 4 meses e está MUITO difícil estabelecer uma rotina, desde que ela nasceu tentei criar um rotina, no entanto, devido as cólicas essa rotina ficou pelo caminho, hoje as sonecas diárias, que antes eram longas, não passam de 30 minutos, sem contar que acabou acostumando a dormir no colo, se coloco no berço ainda acordada ela chora demais e eu não tenho coragem de aplicar a técnica deixar chorar.

  6. Nossa parce eu falando do mu filho tbm de 4 meses.. acostumou desde novinho agora so de entrar no quarto ele ja franze a testa e quando vai pro berço.. ai ai ai.. é uma luta viu…

  7. Nossa parce eu falando do mu filho tbm de 4 meses.. acostumou desde novinho agora so de entrar no quarto ele ja franze a testa e quando vai pro berço.. ai ai ai.. é uma luta viu…

    • Débora disse:

      Tenta colocar seu bebê para domir na rede, o meu tem 3 meses, só dormia no colo, além de chorar muito até conseguir dormir e depois da rede ele dorme muito bem, deu muito certo.

  8. Ane disse:

    Nossa, a minha bebe luta demais para dormir! e chora chora chora! seja soneca de dia, seja a noite..e a mamae aqui nossa… ja nao sabe o que fazer mais… nao sei o que tenho feito de errado para ser tao horrivel e torturante pra ela dormir..

  9. Nossa a minha filha dorme uma da manha e acorda sete horas da manha e incrível isso e ela só tem dois meses de vida…

  10. milena disse:

    OI nivea, meu bebe tem dois meses e tem sono diurno bem irregular e de noite dorme melhor.
    Devemos coloca-lo numa rotina para tentar melhorar isso ou ainda é cedo para uma rotina?

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail