O que seu filho vai ser quando crescer? – Vídeo patrocinado

Por 0 Comentários


Recentemente minha filha ganhou uma mesa com duas cadeirinhas de presente. Logo que a caixa se abriu, ela foi a primeira a pegar as partes do brinquedo e encaixá-las em seu lugar (para minha surpresa, exatamente como o manual de instruções recomendava). Em outra ocasião, depois de ver o pai consertando o armário da cozinha, pegou uma caneta e fez de conta que era uma chave de fenda, e passou um bom tempo consertando seu próprio fogãozinho. Uma futura engenheira, logo pensei!

Que mãe não volta no tempo ao ver o crescimento do seu filho? Pensando no que o futuro reservaria para a pequena Catarina, acabei fazendo uma viagem ao passado. Vinda de uma família de médicos, obviamente brinquei milhares de vezes com um estetoscópio imaginário. Mas a afinidade pelos trabalhos manuais desviou meu rumo do caminho da medicina, e acabei na odontologia.

Não me lembro de ter brincado de fazer bolos, pães, inundando o chão de farinha. Quem sabe não teria hoje uma loja de cupcakes? Tampouco segui trilhas em bosques, procurando os mais bonitos exemplares da fauna e flora do local, mesmo sendo apaixonada por biologia. Talvez tenha perdido a oportunidade de ser a bióloga responsável por uma expedição na Amazônia. Ai, que saudades do que não experimentei! Devia ter pintado telas com as mãos e me sentido uma artista plástica, devia ter escavado a terra imaginando-me uma arqueóloga!

Para mim o tempo havia passado, mas para minha pequena, que brincava logo à frente, a vida estava apenas começando. E então decidi que ela poderia brincar do que quisesse, experimentar mil caminhos até decidir o seu. Engenheira, médica, filósofa, nadadora, química, um dia de cada, até que seu coração decida o que mais lhe faz feliz. Porque no fundo, o que toda mãe ou pai quer, é que o caminho escolhido traga felicidade.

E seu filho, vai brincar lá fora? Pintar a roupa, se sujar de lama, rolar na grama? Se ficar sujinho, um bom banho resolve. E lavadora de roupas e um bom sabão em pó servem para isso mesmo. Uma nova série de vídeos Omo aborda exatamente isso: a importância da educação pela experimentação. Cada criança conta qual é a profissão que gostaria de seguir e é então guiada em uma experiência por um especialista da área, que conta um pouco do seu trabalho. Abrace seu filho bem apertado e vejam os vídeos juntos, está um mais legal do que o outro. Quem sabe daí pode surgir uma nova brincadeira e um novo caminho?  Clique no vídeo abaixo que a aventura vai começar.

Para mais informações acesse o site de Omo.

* Esse post foi patrocinado por Omo.




Arquivado em: Publieditorial Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail