Prepare seu filho para as festas de fim de ano

Por 0 Comentários


Nossa, como o tempo passa rápido! Dezembro chegou e já está quase acabando. Época de ceia de Natal, festa de Reveillon, e mães sem saber o que fazer com tantas mudanças na rotina dos pequenos. Claro que nós queremos que eles aproveitem as festas conosco, que participem da ceia natalina, que vejam os fogos da virada do ano. Mas como conseguir que eles fiquem acordados até mais tarde (e numa boa, sem choradeira) sem muito sofrimento? Aliás, será que vale a pena mantê-los acordados?

Catarina nasceu em dezembro, tinha 10 dias de vida em sua primeira noite de Natal. A família toda se deslocou para nossa casa, e entre uma mamada e outra, conseguimos curtir a ceia. Para um bebê tão pequeno assim, considero que essa é de longe a melhor opção (lembrando que a mãe muitas vezes está recém saída de uma cesariana, como foi o meu caso). Além de evitar o contato do recém-nascido com muitas pessoas (fundamental numa fase em que sua imunidade ainda é mínima e um simples resfriado pode causar um grande desgaste para o bebê e para a mamãe), permite que os pais participem das comemorações.

Um ano depois, com 1 aninho, Catarina já foi à festa de Natal, e entre um cochilo e outro (fomos a duas festas, e ela dormiu no carro, no trajeto entre uma e outra), se comportou muito bem. E também viu os fogos de artifício na chegada de 2012, o que consegui graças a algumas mudanças nos horários das sonecas. Fica a dica para nossas leitoras: atrase as sonecas do dia (se seu filho já tira apenas uma, faça com que ele a tire o mais tarde possível, e deixe-o dormir pelo maior tempo possível). Assim, naturalmente, ele conseguirá ficar acordado com bom humor até mais tarde. Vale a pena levar o carrinho para a festa, pois se seu filho ficar com muito sono, terá um local a que já está acostumado para dormir.

Além de mudar o esquema das sonecas, prepare o filhote quanto à alimentação. Por mais que a ceia na sua família não seja tarde, eu acho que vale a pena dar uma comidinha antes de sair para a festa. Isso porque, com tanta novidade, pode ser que seu filho não coma nada na ceia (aliás, os pratos podem conter temperos bem diferentes para seu paladar). E você já conhece essa história: criança com fome fica chorona. Portanto, para garantir, nada melhor do que o bom arroz com feijão da mamãe antes das festividades.

E o figurino para o filhote, já está escolhido? Não se esqueça de separar também um casaquinho e um guarda-chuva, pois é incrível como em boa parte do país é comum uma virada de tempo perto do Natal. Deixe tudo passado com antecedência (a sua roupa e a do filhote), pois no dia da festa a correria é grande.

Ah, e o Papai Noel, aparecerá na ceia? Se seu filho ainda é pequeno, vale a pena prepará-lo para sua chegada. Conversar sobre ele com o filhote, chamar sua atenção para as vezes em que a figura aparece na televisão, nas decorações da cidade ou mesmo apresentá-lo “ao vivo e a cores” em alguma aparição que ele faça por aí. Só depois de dois encontros de longe, Catarina tomou coragem de conhecer Papai Noel de perto, sem fazer escândalo!

E depois de tudo isso, relaxe e curta a magia da época mais bonita do ano! Se você estiver feliz, certamente o pequeno sentirá o clima e enfrentará a mudança de rotina com muito mais facilidade!




Arquivado em: Dicas de mãeNatal Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail