Ômega-3 para crianças com dificuldade de leitura

Por 1 Comentário


Um recente estudo da Universidade de Oxford mostrou que a ingestão de suplemento de ômega-3 pode ser benéfica para crianças que apresentam dificuldade em ler. Nesse trabalho, publicado há três dias, os pesquisadores avaliaram crianças de 7 a 9 anos e notaram que aquelas que tinham a menor performance na leitura demonstraram avanço nesta habilidade, ingerindo diariamente um suplemento de 600mg de ômega-3. A substância era extraída de algas, que são a fonte original do ômega-3 encontrado em peixes, famosos por conterem grandes quantidades do produto.

Tempos atrás, também tinha sido observado que o maior consumo de ômega-3 melhorava o comportamento de crianças com hiperatividade e distúrbio de déficit de atenção. Agora, com esse novo estudo, mostra-se que a suplementação do ômega-3 pode ser beneficiar um grupo ainda maior de crianças. Entretanto, cabe salientar que não houve melhora no desempenho das crianças que já demonstravam leitura satisfatória.

O ômega-3 é um nutriente essencial que não pode ser produzido pelo organismo humano. É adquirido pela ingestão de gorduras presentes principalmente em peixes (salmão, sardinha, atum, bacalhau). Sua função, até onde se conhece, está relacionada ao desenvolvimento cerebral (principalmente nos primeiros anos de vida), à visão e ao controle de colesterol ruim no sangue. Não se sabe se a melhora do desempenho em leitura pelas crianças com maior dificuldade foi devida a mudanças cerebrais ou melhora da capacidade visual. E para entender melhor o processo, estudos de maior duração deverão ser realizados. Mas pelo sim, pelo não, que tal caprichar no peixinho para o cardápio do seu filho? Além de muito saudáveis, são uma delícia!

Fonte: PLoS One Journal




Arquivado em: AlimentaçãoNovidades Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Déficit de atenção e aprendizagem na infância, podem estar associados à carência de ômega-3 durante o período pré-natal

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail