Como tirar a chupeta do bebê

Por 28 Comentários


Você é uma daquelas mães que teve sorte, seu filho pegou a chupeta. Digo isso porque minha filha não pegou, apesar de todos os meus esforços. Ou seja, eu sei o que é ter um bebê que fica muito irritado e não tem uma chupeta para acalmar. Se seu filho não usou chupeta e foi um anjinho, você é duplamente premiada (em geral, as mães que eu conheço e cujos bebês a recusaram, ficaram quase loucas nos primeiros meses do pós-parto). Pois bem, seu bebê usou a dita-cuja por um bom tempo, e agora você acha que está na hora de largar. E você já está gastando seus neurônios pensando em como tirar a chupeta do bebê.

Muito bem, as dicas que tenho para passar sobre esse assunto não correspondem à experiência aqui de casa (afinal, Catarina chupou pouquíssimo a chupeta, quase sempre de madrugada; nas outras horas do dia, não dava para tapeá-la). Elas são o resultado da vivência de algumas amigas mães, e também da minha experiência profissional como dentista. Vamos conferir?

 

1) Espere a hora certa.

Eu acredito que existe uma janela de oportunidade para tirar a chupeta do bebê. É uma fase em que ele já não depende tanto do objeto para saciar sua necessidade de sucção, e ainda não depende tanto dela psicologicamente. Em boa parte das crianças, isso ocorreria em torno dos 2 anos de idade, ou seja, em tempo de ainda não provocar alterações permanentes nos dentes ou na arcada dentária. Aliás, antes que você pergunte, considera-se uma idade segura para tirar a chupeta do bebê até os 2 anos e meio, época em que está terminando a erupção dos dentes decíduos (de leite). Depois disso, começam a ocorrer movimentações dentais, e até mesmo alterações no palato da criança (o que poderá modificar seu padrão de respiração) e na oclusão (ou mordida, que exigirá tratamento ortodôntico para ser resolvida).

 

2) Converse.

Os bebês entendem muito mais do que a gente imagina. Converse com ele, explique que ele está crescendo e que crianças grandes não chupam chupeta. Mostre os amigos ou irmãos que seu filho tanto admira, e que não usam mais chupeta. Ele imita tudo o que os grandes fazem, e no fundo quer imitar isso também (é lógico que ele também adora sua chupeta e pode preferir mantê-la de início, mas já vai se acostumando à ideia de deixá-la).

 

3) Restrinja seu uso.

Comece a restringir o uso durante o dia, deixando que ele use só à noite, na hora de dormir. E depois que dormiu, tire da boca. Além de ser um modo de desligá-lo da chupeta aos poucos, evita problemas maiores na boca, pois quanto mais tempo e maior a força de sucção, maiores as alterações orais.

 

4) Troque.

Se estiver de acordo com a política da sua casa, sugira uma troca (com o Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, etc). Explique alguns dias antes, combine o que seu filho irá ganhar e mantenha-se firme. Ganhou o presente? Então a chupeta vai embora e não volta mais. Porque você sabe, se voltar, a retirada na próxima tentativa vai ser mais difícil ainda.

 

5) Distraia. 

Começou o chororô por causa da chupeta? É hora de passear, ligar a TV, brincar com o cachorro, ligar para a vovó, tomar um sorvete… Vale (quase) tudo para tirar o foco da bendita.

 

6) Leve-o ao dentista.

Essa eu posso dizer de carteirinha: seu filho escuta (e leva em consideração) a opinião alheia. Se houver empatia entre ele e o dentista, ele vai se lembrar do papo que tiverem no consultório, sobre a importância de deixar a chupeta. E você, pai ou mãe, reforça a história em casa, até que ele esteja disposto a deixá-la.

 

7) Seja criativo.

Invente histórias sobre a ida da chupeta. Ou se esse não for o seu forte, que tal comprar um livro sobre o tema para seu filho? Há um livro bem legal sobre o assunto, chamado “Tchau chupeta” (da Editora Leya), que nasceu de uma música do grupo Pequeno cidadão, composto por Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra, Taciana Barros e Antonio Pinto. As ilustrações são de Claudia Briza, bem coloridas, e mostram que deixar a chupeta pode ser divertido e até mesmo uma questão de sustentabilidade (você já parou para pensar em quanto tempo aquela chupeta vai ficar no meio ambiente?).

O vídeo da música é hilário, e você confere aqui (aproveita e chama o filhote para ver junto!)

 

 

 

 


Arquivado em: Cuidados diáriosDentesDicas de mãeSaúde Tags:

Comentários (28)

Trackback URL

  1. Ótimas dicas Nívea. Mas acho que é não fácil, ainda bem que o meu filhote não quis a chupeta de jeito nenhum!

  2. Camilla disse:

    Estou tirando a chupeta, mas o Arthur tem so 6 meses!!!

  3. Daniela disse:

    Nívea, tenho dor de estômago só de pensar nisso….

    vamos que vamos…

    Beijos!

  4. Não consigo tirar a chupeta do meu filho ele tem 2 anos o que eu faço?

  5. Bianca Couto disse:

    É muito difícil tirar a chupeta, tentei de tudo mas aos 2 anos e meio o meu filho apresentou uma forte dor de garganta, e ai aproveitei para cupar a chupeta, ele prontamente jogou no lixo e nunca mais perguntou.

  6. Milene Massucato disse:

    Nivea, me deseje boa sorte! A rena bebê vem buscar as chupetas amanhã. Obrigada pelas dicas. Bjokas da diiirce

  7. Consegui tirar a chupeta sem drama so seguindo as dicas

  8. Brigida Maria C Barbosa disse:

    Nõa consigo tirar a chupeta da minha netinha que esta com 3anos e meio e nao tem jeito ja fizermos de tudo, ja promentemos brinquedos jogos e sorverte, mas e so aquele momento e logo começa aquele chororo, que quem esta com ela nõa aguenta e acaba tanto chupeta a ela de novo,o que faço me de outra dicas.

    • Nívea Salgado disse:

      Pois é, para algumas crianças é difícil mesmo deixar a chupeta… Será que ela deixaria a chupeta por algo que ela queria muito, mas muito mesmo? Algo que não seja do dia-a-dia, que seja mais difícil de conquistar, como uma bicicleta? Ou a boneca dos sonhos? Aí a cada dia sem a chupeta ela ganharia uma estrelinha, e no final da cartela (que some umas 15 estrelinhas, por ex) ganharia algo que ela queira muito!
      Sua netinha já vai à escola? Começar a comparar com as outras crianças também pode ser uma boa ideia. Dizer que os amiguinhos ou priminhos não usam chupeta porque já são grandes, pode ajudar.
      Outra ideia é avisar durante algumas semanas que a chupeta vai embora, que alguém (coelhinho, papai Noel, etc) vai levar para outro nenê que está nascendo e precisa da chupeta mais do que ela. Avise várias, várias vezes, até o dia D. E aí numa bela manhã as chupetas já se foram. Claro que vai ter chororô, mas se perceber que não há chupetas mais em casa mesmo, uma hora ela se acalmará (como eu não sou de deixar chorar, acho que essa é a última opção de todas…). Talvez o fato de dizer que um bebezinho precisa delas a sensibilize (eles são muito solidários!).
      Bom, espero ter ajudado! Essas são as ideias que me ocorreram!
      Grande bj.

  9. Fabiana Gomes disse:

    nossa meu caso ta dificil pois todas essas dicas ja segui a risca e meu filho de 3 anos e e 6 meses nao larga chora os dentes dele ja estao tortos ea lgumas palavras nao entedemos quando ele fala.meu deus me ajude rsrsrsrs

  10. Dayane disse:

    Tirei a chupeta do meu filho de 1 ano e 5 meses já vão fazer 6 dias, ele mesmo jogou fora depois de encontrá-la toda estragada e suja…ele entendeu que não há mais chupeta, quando ele lembra, fala (bô) de acabou. Mas estou com um problema, ele não está conseguindo dormir a tarde mais, já fiz de tudo!!! Alguém tem alguma dica?

  11. Anynha disse:

    Meu filho tem 1 ano e 2 meses. seus dentinhos inferiores estao tortinhos por causa da bendita da chupeta. durante o dia ele nem liga mas a noite so dorme com ela. se eu tiro da boquinha dele ele acorda e chora. alguma dica pro meu caso?

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Anynha.

      A primeira coisa é saber se a chupeta que você usa é ortodôntica. Ela minimiza muito o efeito de entortar os dentinhos. Se não for, você pode trocar já por uma dessas (que é achatadinha, e não redonda). Os dentinhos dos bebês podem nascer tortinhos e vão normalizando com o tempo. Isso é normal, e a normalização acontecerá conforme sua cabecinha for crescendo, e houver mais espaço para os dentes se acomodarem na boca. Então pode ser que não seja a chupeta a responsável pelos dentinhos tortos, principalmente se ela for ortodôntica e se ele usar só à noite. Seu bebê ainda está na fase em que o uso da chupeta é permitido (em geral até os dois anos elas não causam alterações permanentes nos dentes).
      Por enquanto minha sugestão é para você analisar a chupeta, e trocá-la se for o caso!
      E vá, aos poucos, tirando da boquinha à noite, que com o tempo ele se acostumará a ficar sem. Não tem milagre, é só na tentativa mesmo, ok?
      Bjs,
      Nívea

      • Anynha disse:

        Bom, analisei a chupeta e nao é ortodontica. mas graças a Deus ele nao esta mais acordando a noite quando tira a chupeta da boquinha dele! Muito obrigada pela dica de mae! :)

  12. Jociane disse:

    minha filha tem 3meses e tem refluxo, por isso dei a chupeta, mas tenho medo dos dentes nascerem pra frente. Isso é verdade???

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Jociane.

      O tipo de chupeta e como ela é usada influenciarão muito na dentição do bebê. Se você optar por uma chupeta ortodôntica, apenas para acalmar o bebê (ou seja, não deixá-la o dia todo na boca do filhote), e retirá-la na fase certa (por volta dos 2 anos), provavelmente não terá problemas com a dentição do seu filho. Mas fazer o contrário (usar a chupeta errada o dia todo e deixá-lo usar por muitos anos) pode, sim, prejudicar, ok? Bjs!

  13. RECEBI orientaçao de uma fonoaudióloga para aguardar os 2 anos e assim cortar todos os bicos de todas as chupetas que ela tivesse…cortar ao longo do bico, de forma que ele abra ue nem um sanduiche e deixar a criança usar. como o que atrai é a sucçao e o bico vai estar cortado, a criança aos pucos perde o interesse….e assim foi…em 1 semana ela disse que era ruim e nao quis mais…mas é claro tudo com muita paciencia…

  14. Vivi Parreira disse:

    oooii minha filha tem 4 anos e eu ja fiz de tudo pra tirar a chupeta dela mais não consigo , oque devo fazer?

    • Oi, Vivi, com 4 anos sua pequena já entende bem o que você fala. Para tirar a chupeta, é com muita conversa, explicando que os dentes vão ficar tortos e que a boquinha vai ficar feia. Uma boa ideia é levá-la ao dentista e pedir para ele reforçar isso com ela. Eles entendem e prestam muita atenção, viu? Bjs

  15. Graziela Sant'Anna disse:

    Oi!
    Meu filho tem 9,5 meses e ele está a uma semana sem usar chupeta.
    Já vinha percebendo que muitas vezes ele conseguia ficar sem a chupeta durante o dia e sempre quando dorme com a chupeta cospe ela durante o sono. Fomos ao pediatra e o primeiro dentinho de baixo já está crescendo e resolvi tirar a bendita! agora ele demora um pouco mais pra dormir e as vezes fica brigando mais tempo com sono, em troca eu canto mais um pouquinho, brinco mais um pouquinho e balanço também. Meu marido não concorda e qq chorinho do nosso filho ele diz “se tivesse a chupeta acalmava o menino, que ele vai ficar estressado quando crescer porque não tinha a chupeta para acalma-lo agora”. Será que fiz mal de tirar a chupeta agora?

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Graziela, tudo bem?

      Certamente é mais fácil acalmar uma criança com chupeta, não tenho a menor dúvida disso. Mas, se você conseguiu tirá-la com essa facilidade, acho bobagem voltar atrás (até porque seria passar pelo processo todo de novo, daqui a algum tempo). Com muito carinho e paciência, seu filho vai superar essa fase (eu não acredito que isso vá determinar como ele vai ser quando crescer; conheço muitas crianças que nunca chuparam chupeta e são jovens muito tranquilos).

      Siga seu coração, converse com seu marido e entrem em um acordo. Juntos vocês conseguirão superar essa fase de adaptação (que não é só do seu filho, mas também dos pais!) muito mais fácil.

      Beijos,

      Nívea

      • Graziela Sant'Anna disse:

        Obrigada pela resposta!
        Além da questão de perceber que ele não sentia tanta falta da chupeta,comecei a pensar que a chupeta não pode substituir a atenção que devemos dar ao nosso filho!
        E por enquanto vai tudo bem!! :D
        beijos

  16. SIMONE DE SOUSA SANTOS disse:

    Oi..meu filho tem 3 anos e 3 m.e já faz 2 meses que ele esta sem o bico,mas mudou seu temperamento,ficando mais bravo,não dorme cedo chorando bastante mudando toda nossa rotina.No dia de natal fizemos a troca.papai noel trouxe seu presente e levou o bico.Chorou pouco e raramente pediu o bico,ma até hoje espera o papai noel voltar acreditando que irá trazer novamente.
    Como na hora do sono se tornou uma tortura fico preocupada,pois demonstra ainda que não estava preparado para essa retirada e nossa rotina de trabalho é acordar cedo ele fica pior ainda…muito bravo.pois não dorme o suficiente.
    Bom..O QUE DEVO FAZER….ABRAÇOS…

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Simone, tudo bem?

      Vou falar como dentista: com 3 anos e 3 meses, você fez bem em tirar o bico do filhote. É claro que essa adaptação pode ser difícil, mas pense que você está poupando sofrimento a ele (os dentinhos poderiam ficar tortos, e no futuro ele poderia ter problemas de mastigação, de fala e até de respiração).

      Como o sono dele estava totalmente associado ao bico, será complicado mesmo nos primeiros tempos. Você, que o conhece bem, consegue pensar em algo que possa ajudá-lo a dormir a partir de agora? Pode ser um banho relaxante, um leite quentinho, um ursinho… Se você encontrar algo que substitua o bico na hora de dormir, para acalmá-lo, acho que tudo ficará mais fácil.

      Depois me conta como estão indo, ok?

      Bjs,

      Nívea

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail