Técnica para acalmar o bebê (imperdível, se você tem um recém-nascido)

Por 34 Comentários


Como boa parte de vocês que acompanham o blog de perto já sabem,  Catarina foi um bebê que chorou muito, muito, muito mesmo. Quase fiquei louca nos primeiros meses. Nesse período eu ouvia que era cólica, que era refluxo, que era birra (pasmem, mas há quem acredite que um bebê de 3, 4 meses chore alucinadamente porque é birrento), que ela deveria ter algum problema sério de saúde… Eu achava que minha filha estava exausta, pois era muito difícil acalmá-la, ela dormia pouco durante o dia (quase nunca mais do que 45 minutos de cada vez), e vivíamos nesse ciclo vicioso: ela irritada, eu acabada.

Com o tempo as coisas foram naturalmente melhorando, principalmente depois dos 6 meses de idade. E se você tem um bebê assim, acredite, isso vai passar. E o que eu quero dividir aqui com vocês hoje é uma descoberta que fiz só depois que Catarina tinha 1 ano de idade, quando minha prima me mostrou um vídeo sobre a técnica para acalmar bebês do Dr. Harvey Karp (sobre o qual já falei em outro post, clique aqui para ver). Hoje, lembrando-me de como eram meus dias com minha filha, penso que ter assistido a esse DVD logo que ela nasceu poderia ter ajudado MUITO. Ela poderia ter chorado bem menos; eu poderia ter chorado bem menos!

Segundo essa técnica, apresentada no livro e no DVD “O bebê mais feliz do pedaço”, você deve seguir 5 passos para ativar o reflexo da calma no bebê. É como se todos os bebês nascessem com um botão de “desligar” o choro, que é ativado quando você reproduz essa sequência de forma eficiente e exata. Tem que treinar um pouquinho, mas depois que você pega o jeito (segundo as pessoas que conheço que testaram a técnica), o bebê se acalma rapidamente. Então vamos logo aos 5 passos, que você não tem tempo a perder, certo?

1) Enrole o bebê na manta.
Sim, eu já havia lido que isso é fundamental para acalmar o bebê, pois reproduz melhor a sensação intra-uterina (lá o bebê está apertadinho, certo?). Além disso, nos primeiros meses não há controle motor de braços e pernas, e a movimentação involuntária dos membros poderia irritar o bebê. Mas todas as vezes que tentei enrolar Catarina, ela chorava desesperadamente (e eu achava que ela estava com calor, pois tinha nascido em dezembro, quando o verão estava para começar). Depois de ver o vídeo, aprendi que muitos bebês de fato se irritam logo que são enrolados, mas que prosseguindo com os demais passos, ele se acalmará. Então, se fosse hoje, cara leitora, eu INSISTIRIA na manta. E não pararia só aí.

2) Coloque o bebê de lado ou de barriga para baixo (veja os vídeos ao final do post para entender melhor). Segundo o criador da técnica, alguns bebês não gostam de ficar de barriga para cima quando acordados, pois isso ativa o reflexo de reação à queda (eles ficam inseguros). Lembro que quando meu marido pegava Catarina de barriga para baixo (posição que eu não conseguia reproduzir com tanta eficiência), muitas vezes era o suficiente para ela parar de chorar (que raio de cólica era essa que passava tão rápido?!).

3) Shhhhhhhhhhhhh. É o famoso barulhinho no ouvido do bebê. Aliás, barulhinho não, pois deve ser pelo menos da altura do choro do bebê. Nada de fazer aquele shh, shh, shh, baixinho. Isso também remete ao período intra-uterino, em que o bebê ouve todos os ruídos do interior do corpo da mãe (pulsação, estômago, intestino, etc). Os chamados ruídos brancos também funcionariam para acalmar o bebê pelo mesmo motivo.

4) Balance o bebê. Sei que em outro post eu já havia manifestado minha opinião sobre não balançar o bebê, pois isso poderia “acostumá-lo da maneira errada para dormir”. E querem saber? Depois de ver esse vídeo, estou mudando de ideia! Percebi que se eu tivesse feito toda a sequência para acalmar minha filha, provavelmente ela teria sido um bebê mais tranquilo, que dormiria mais facilmente (e não ficaria TÃO dependente do balanço como ficou).

5) Dê algo para o bebê sugar (uma chupeta ou o seu próprio dedo). Catarina, para facilitar, não pegava a chupeta; era só o dedo da mamãe mesmo que funcionava na maioria das vezes.

Segundo o Dr. Karp, nem sempre será necessário que você chegue ao quinto passo. Há situações em que o bebê se acalma logo no segundo ou no terceiro. Outra consideração importante é que muitas mães relatam na internet que, após usarem a técnica, conseguiram aumentar o tempo de sono do bebê, tanto de dia quanto à noite. Se você está esgotada por ter um bebê que só chora em casa, não custa assistir aos vídeos a seguir!

Outro link interessante, com um vídeo sobre a técnica no programa Mãe e Cia, da GNT.

Para mim foi tarde demais (talvez não para um segundo filho!), mas se ajudar você, ficarei muito feliz!

Um beijo,
Nívea


Arquivado em: ComportamentoCuidados diáriosDicas de mãePapo de mãe

Comentários (34)

Trackback URL

  1. ADOREI a dica!
    Vou testar pra ver se minha bebê dorme mais!
    Obrigada ;**

  2. Pai Ogro disse:

    A técnica realmente funciona. Mas nem sempre. Não há nada que supere o segredo maior: PACIÊNCIA.

  3. Funciona sim.. usei no meu filho e agora na minha filha!!!

  4. Gabriela Guerra disse:

    Todos esses 5 topicos funcionam sim…podem utiliza-los tranquilamente…boa sorte!!!

  5. Renata Lucas disse:

    Funciona muito bem … quando minha pequena Carol tinha uns 20 dias meu marido chegou no trabalho arrasado pq não havia dormido nada, então um colega de trabalho deu p ele no dia seguinte! Nunca mais minha filha passou horas chorando irritada! Acalma muito rapido! é um alivio para todos.

  6. Realmente são técnicas infalíveis!

  7. Magnólia Langge disse:

    Oi Nívea!!!
    Estava eu aqui passeando pelo site as 3h da manhã com o Samuel acordado e mamando (como ele tem feito nas últimas semanas e eu sem dormir) quando me deparo com este arquivo. Foi minha salvação!!! Testei na mesma hora e deu certo: o Samuel dormiu!!! E olha que eu só enrolei e coloquei de lado no berço. Dormiu as 3h30 e só acordou as 7h.
    Mais uma vez, obrigada por postar dicas tão úteis!!!
    Beijos!!!

  8. Alena disse:

    Oi Nivea, tenho uma bebe que esta fazendo 1 mes! Ela e muito tranquila e nunca teve crises… Se acalma rapido no colo, e se ela estiver agitada normalmente eu ponho no peito… Sera que isso nao faz bem? Eu vou ver os videos, ainda nao os conheco, depois eu testo!!! Obrigada, beijos

  9. leila disse:

    Adorei!!! minha bb tem 1 mes, e é muito agitada, é uma mola para dormir.quando vi essa tecnica fiz imediatamente
    deu certo ela apagou foi um verdadeiro milagre Deus abençoe por compartilhar com nos.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Leila, é muito bom saber que as dicas que coloco aqui são úteis para outras mamães também! E se tiver alguma para dar, nos escreva, adoramos manter contato! Um grande bj!

  10. Erica disse:

    Incrível.

  11. Raquel Duriez disse:

    Essa forma de enrolar serve para bebêd de dois meses? Minha filha de debate a noite toda, não chora mas com ela se debatendo, se contorcendo do meu lado eu durmo mal e acredito que ela tb. Além disso, os sonos do dia quase não acontecem. Vou tentar essas dicas.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Raquel, tudo bem?
      Essa forma de enrolar serve para bebês de dois meses, sim!
      Tenta com o filhota e depois conta pra gente o resultado.
      Bjs!

  12. Val Dantas disse:

    Muito interessante… Amor Augusto Gomes da Silva veja esse video. rsrsrsrs

  13. Clarice disse:

    Olá!
    Adorei! Fiz com minha filha, que tem 3 semanas e ela está mto mais tranqüila!
    Mas tenho uma duvida, depois que acalma e dorme o bebe fica de lado ou com a barriga para cima deitado no berço?
    Obrigada!!

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Clarice,

      Atualmente os pediatras acreditam que a melhor posição para o bebê dormir é de barriga para cima. A não ser que ele tenha muito refluxo, pois nesse caso alguns recomendam que coloque o bebê de lado, bem escorado para não virar de bruços. O melhor mesmo é consultar seu pediatra a respeito, ok? Bjs,

      Nívea

  14. Thaty Veiga Mariano disse:

    Ana Guimarães… olha só… rsrsrs vai treinando

  15. Thaty Veiga Mariano disse:

    Ana Guimarães… e Ana Cleide.. Jéssika Indaiara… vão treinando rsrsr…

  16. Gabriela disse:

    É… Acho que só com minha filha que não funciona! Ela tem 40 dias! Até acalmou mas não dorme! Não sei mais o que fazer…

  17. Vc descreve direitinho o q passo com o Arthur de 2meses e 10 dias , muita colica choro choro sonecas de 45 min choro de sono… e uma mae exausta contando os dias p completar 3 meses e melhorar as colicas

  18. Breno Camara disse:

    Nívea, muito obrigado por compartilhar a técnica do 5S do Dr. Harvey! Acabei entrando no seu blog buscando dicas de acalmar bebê no google e ontem descobri a técnica do 5S.
    Nossa filha está com 14 dias hoje e estava dando muito trabalho para se acalmar e dormir, quando colocávamos ela no berço na posição de barriga para cima, não passava nem 30 minutos, acho que pelo movimento dos braços ela acabava se assustando e acordando.
    A técnica realmente funciona e ajuda no sono do bebê. No começo você acha que o bebê não gosta, pois chora muito, mas já na segunda etapa você vê o resultado.

    Obrigado mais uma vez por compartilhar! Viramos fãs do Dr Harvey e leitores do seu blog.

    Abraço,
    Breno, Manu e Maria Eduarda.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Breno, tudo bem?

      Você nem faz ideia de como fico feliz quando uma dica que dei aqui no blog torna a vida de algum pai ou mãe mais tranquila!

      Essa técnica é boa mesmo, não é? Como eu disse no texto, gostaria muito de ter lido sobre o assunto quando minha Catarina era recém-nascida. Tenho certeza de que tudo seria muito, muito mais fácil.

      Um grande abraço para vocês, e um especial na pequena!

      Nívea

  19. Tais Oliveira disse:

    Estou passando por isso e as vezes entro em desespero vou fazer um teste com essas dicas.

  20. Tarcila disse:

    Olá , está dica serve para bebê de 4 meses?
    O meu não dorme mais que 10 mim durante o dia já não sei mais o que fazer .

  21. Chegou meio tarde pra mim também, minha pequena já chorou tudo que podia…. E eu junto!!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail