Hora de escovar o dente! (parte 1)

Por 10 Comentários


Como não podia deixar de ser, dentista gosta de falar sobre dentes. E para usar os conhecimentos da minha formação profissional, hoje o Mil Dicas de Mãe fala sobre a hora de escovar os dentinhos do bebê.

E até aqui eu tive que rever meus conceitos depois da maternidade, pois percebi que algumas das orientações que dava para as mães dos meu pequenos pacientes eram praticamente impossíveis de serem seguidas. Mas vamos lá, agora fala a dentista-mãe, com dicas que você consegue seguir com seu filho:

– Quando é hora de começar? A higiene bucal deve ser iniciada antes do nascimento do primeiro dente, que ocorre em geral a partir dos 6 meses. Nesse momento, o ideal é higienizar a boquinha com uma fralda de pano embebida em água (não precisa colocar vinagre, bicarbonato de sódio, nada do que as lendas contam por aí), ou com uma dedeira (ela é uma ótima opção, principalmente porque ajuda a massagear a gengiva e até alivia um pouco do desconforto do nascimento dos primeiros dentes).

– Deixe que seu bebê veja você escovando os dentes desde sempre. Os bebês adoram imitar, por isso estar familiarizado com o seu hábito facilitará seu trabalho na hora de incorporar a escovação à rotina dele.

– Depois dos nascimentos dos primeiros dentinhos (incisivos centrais inferiores e superiores, que são aqueles dentes bem centrais nas arcadas superior e inferior), substitua a dedeira por uma escovinha de dentes específica para bebês. Existem muitas marcas e modelos disponíveis, e a grande maioria deles é de qualidade, inclusive comprovada por um teste do Inmetro (em que pouquíssimas escovas falharam). Se você usar as marcas mais conhecidas, como Oral B, Johnson´s, Colgate, Bitufo, certamente estará comprando um produto confiável para seu bebê.

– De preferência não use creme dental no bebê, principalmente o mesmo que você usa. Bebês não sabem cuspir. E engolir um creme dental com flúor poderá provocar um problema conhecido como fluorose dentária. Quem tem fluorose, tem manchas brancas nos dentes (em geral nos permanentes, mesmo que a ingestão ocorra quando ainda bebê, porque a dentição permanente já está em formação dentro do osso de seu filho), que não somem depois que o dente erupciona. Além disso, os dentes ficam mais susceptíveis ao desgaste.
A remoção da placa bacteriana que promove lesões como a da cárie dental é feita com a escova de dentes, e não com o creme dental. Tudo bem, para muitos bebês ele ajuda como motivador na escovação, então procure uma pasta sem flúor (como o gel infantil da Weleda, comprado em farmácias) ou use um creme dental infantil (que tem uma concentração de flúor bem menor do que as convencionais, e portanto com um risco menor de provocar fluorose se ingerido eventualmente) em quantidade BEM pequena (passe de leve, bem de leve nas pontinhas das cerdas, que já é suficiente). Com o passar da tempo, quando os dentes posteriores (molares) erupcionarem, substitua o creme dental sem flúor por um infantil na quantidade recomendada acima (esses dentes estão mais propensos à cárie, e aqui uma dose mínima de flúor é bem vinda). Mas vale sempre lembrar que o ideal é fazer uma consulta odontológica quando seu filho ainda é bebê, pois as recomendações podem ser modificadas em casos especiais.

– Pelo mesmo motivo (risco de fluorose), não use enxaguantes bucais em seu filho até perceber que ele já é capaz de cuspir tudo (dos 6 anos em diante, no mínimo!).

– Sobre a mamada da madrugada: sim, eu pedia para as mães dos meus pacientes passarem pelo menos um fraldinha de pano com água na boca do bebê depois que ele mamava de madrugada (agora eu entendo a cara que elas faziam: -“Pirou, doutora?”). Mas se você dá a mamadeira justamente para o bebê voltar a dormir, não vai acordá-lo com a fraldinha na boca, é óbvio! Então CAPRICHE na higiene durante o dia (isso quer dizer escovar os dentinhos pelo menos 3 vezes no dia, levando 2 a 3 minutos – ou mais, se o bebê não coopera muito). Se você fizer tudo direitinho durante o dia com relação à higiente e controlando o que o bebê come (esqueça pirulitos, balas, chicletes, pois o bebê realmente NÃO PRECISA disso), não é a mamada da madrugada que vai levar ao desenvolvimento de cárie. Depois daquele biscoito doce, capriche ainda mais na escovação, ok?

– Antibióticos não causam cárie. O problema é que grande parte dos xaropes é doce, para facilitar a aceitação pelo bebê/criança. Se seu filho faz uso frequente de xaropes, dê bastante atenção à escovação.

– Logo que o dente erupciona na boca é o momento mais propício para a lesão de cárie se estabelecer. Nesse momento intensifique a atenção com a higiene bucal.

Bom, antes que eu me estenda muito, vou parar por aqui. Mas prometo outro post sobre esse assunto tão importante!

Quer ler mais sobre cuidados diários com o bebê, clique aqui.




Arquivado em: Cuidados diáriosDentesSaúde Tags:

Comentários (10)

Trackback URL

Sites que possuem links para este Post

  1. Como escovar os dentes do filhote - Mil dicas de mãe : Mil dicas de mãe | 30 de julho de 2013
  1. Anonymous disse:

    Nossa está muito difícil escovar os dentes do Bernardo… ele quer fazer sozinho isso e muitas outras coisas rsrs, mas não me deixa segurar a escova de jeito nenhum e se ela está na minha mão, não abre a boca mesmo…
    Será que esta escovadinha que ele dá, neste período é suficiente? rsrs

    • Oi, querida! É assim mesmo, há períodos em que eles ficam mais teimosos! Mas insiste, e fica de olho para ver se não forma aquela gororobinha branca que deixa o dente áspero (leia-se: placa bacteriana organizada). Se estiver formando, leva o Bernardo para fazer uma profilaxia, que sempre ajuda. Bj!

  2. Muito legal, essas dicas vieram em boa hora!
    Meu filho tem nove meses e está sofrendo um pouco com o nascimento do seu sexto dentinho, já são dois dias de febre consecutivas… Ele não deixa que eu escove o dentinho dele de jeito nenhum, ele até gosta mas fica mordendo a escova querendo pegar a escovinha…rs.
    Tenho medo de machucar a gengiva dele. Qual a tecnica para escovar dentes tão pequenininho?
    Grata pelas dicas
    um abraço

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Cleide.
      Nessa fase você ainda pode usar uma dedeira ou escova para bebês (que é bem macia). Faça movimentos arredondados na superfície do dente com gentileza. E pronto! Dentinho escovado, sem grande mistério!
      Bjs, obrigada pelo comentário!

  3. Iris Teixeira disse:

    Essa é para vc, Laura C Acevedo Miranda Teixeira

  4. Simone Soares disse:

    não consigo de jeito nenhum escovar os dentinhos do meu filho, tenho q praticamente obrigar, ja brinquei, deixei ele escovar os meus, mas nada o convence!! socorro kkkkk

  5. adorei o blog! estou lendo varias matérias. minha nenê de 9 meses teve febre alta esta noite, mas não sei se foi por causa da vacina da febre amarela. estou preocupada com ela! não sei é por causa dos dentes também.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail