Cultive as amizades!

Por 2 Comentários


A maternidade é tudo de bom: você se descobre mais forte, mais corajosa, mais paciente, e até mesmo mais carinhosa do que você achava que era. É um novo despertar (ou talvez seja não despertar mais, simplesmente porque você não dormiu naquela noite, rsrsrs!), é aprender a agradecer por tudo o que recebemos diariamente. Mas se fosse moleza, estariam todas por aí com uns dez filhos!

Por melhor que seja, a maternidade (e a paternidade, é claro!) exige muito. Significa não ter mais tempo livre (a não ser que você terceirize o serviço de mãe, aí é uma outra história), fazer cinco coisas ao mesmo tempo (dar a papinha para o seu filho, falar ao telefone com a sua mãe, mandar uma mensagem de texto para o seu marido, responder o e-mail do seu chefe e ainda conseguir fazer as vozes de três personagens de fantoche diferentes para distrair seu filho, afinal comer sem brincadeira significa não chegar até a metade do prato), cuidar das compras do supermercado, fazer as tarefas de casa (ou pelo menos dar as instruções para sua ajudante fazer)… Se a gente não se policiar, acaba ficando dias e dias no operacional, sem dar um telefonema, sem combinar um programa com os filhos de uma amiga!
Mas tem horas que só uma amiga para te ajudar, inclusive nas coisas relativas à maternidade (mesmo contando com a ajuda do marido, mãe, sogra, irmã). Pode ser naquele primeiro mês depois do parto, quando mesmo cansadíssima, você se sente muito sozinha em casa e queria uma companhia; pode ser quando seu filho está resfriado (e já são dez da noite, você não vai ligar DE NOVO para o pediatra por causa de uma simples febrinha, mas quer que alguém diga que não é nada sério e que em três dias ele estará bom); pode ser para ouvir que ela também acordou quase todas as noites até o filho completar dois anos, e que sobreviveu a isso (ah, isso só amiga conta, viu, porque os filhos das outras sempre dormiram a noite inteira desde que tinham um mês); pode ser quando você fica presa para fora de casa com seu bebê e ela, que tem um filho pouco maior que o seu, te abriga por horas, com direito a mamadeira, brinquedos, fraldas… Por isso, a dica de hoje do Mil Dicas de Mãe é justamente preservar suas amizades, porque quem tem amigos não está sozinho. Mais do que isso: sabe que seu filho não está sozinho. 
Pode parecer piegas. Mas para mim é a mais pura verdade, por isso compartilho com vocês.
É com esse espírito de ter tempo para os amigos que o Mil Dicas de Mãe dá uma pausa nas postagens durante o Carnaval. Catarina vai viajar, dançar na matinê, interagir com os filhos de tantas amigas! E em breve voltamos, com muitas outras dicas para contar!



Arquivado em: Papo de mãe

Comentários (2)

Trackback URL

  1. LULI disse:

    Boa viagem querida amiga….curta bastante, beijos!!!

  2. Oi, Carol, obrigada! Fizemos uma ótima viagem, estamos de volta revitalizados! Hoje volto às postagens quando a pequena dormir. Bj!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail